Brutalidade em São Luís

CENAS FORTES: enfermeira atropela dois cachorros no Residencial Pinheiros

A autora do crime foi identificada como Ana Giselly Ferreira Atan Fraga; um dos cachorros morreu no local.
Adriano Soares / Imirante.com16/08/2018 às 12h14

SÃO LUÍS - Um vídeo, mostrando dois cachorros sendo atropelados cruelmente, em uma rua do bairro Residencial Pinheiros, em São Luís, tem circulado nas redes sociais e causado revolta na população. As imagens foram feitas por câmeras de monitoramento de uma residência localizada na rua onde a barbaridade foi registrada. O fato aconteceu na terça-feira (14).

Nas cenas, a mulher, identificada como Ana Giselly Ferreira Atan, em um carro modelo Honda HRV, placas PSV-9431, atropela covardemente os dois animais. Um deles morreu no local. A autora da brutalidade é enfermeira. Ela foi denunciada, na Delegacia de Meio Ambiente, por moradores do local.

Ainda no vídeo, é possível ver um dos cachorros saindo muito machucado e mancando após o atropelamento proposital.

Crime

No Brasil, maltratar animais é considerado crime ambiental, conforme prevê o art. 32 da Lei nº 9.605, de1998, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.

Procurada pelo Imirante.com, a Associação Maranhense em Defesa dos Animais (Amada) repudia a ação criminosa da enfermeira Ana Giselle Atan espera que ela responda criminalmente pela brutalidade contra os dois animais por ela atropelados.

De acordo com o delegado Sebastião Uchôa, da Polícia Civil do Maranhão, que também é defensor da causa dos animais, a enfermeira Ana Giselly Atan deve se "justificar" na Delegacia de Meio Ambiente. Entretanto, ainda de acordo com o delegado, pela gravidade da ação, a enfermeira pode receber duras penalidades pelo crime cometido contra os dois cachorros.

Também procurada pelo Imirante.com, a Delegacia de Meio Ambiente, responsável pelo caso, preliminarmente informou apenas que o caso já está sendo investigado e que Ana Giselle Atan será indiciada.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.