Duplo latrocínio

Pai e filho são assaltados e mortos a tiros e golpes de facão no interior do Maranhão

Duplo latrocínio foi registrado no povoado Mairizinho, em Primeira Cruz; dois suspeitos foram presos nesta madrugada.
Imirante.com04/03/2021 às 09h48
Pai e filho são assaltados e mortos a tiros e golpes de facão no interior do MaranhãoCrimes aconteceram em povoado do município de Primeira Cruz. (Arte: Imirante.com)

PRIMEIRA CRUZ – Pai e filho, que trabalhavam como caixeiros-viajantes, foram vítimas de duplo latrocínio no povoado Mairizinho, no município de Primeira Cruz, nessa quarta-feira (3).

Ao Imirante.com, o delegado da Superintendência de Polícia Civil do Interior, Guilherme Sousa, responsável pelo inquérito deste caso, informou que as vítimas caíram em uma armadilha, em que os criminosos colocaram pedaços de madeiras e pedras no meio da rua para barrar a passagem dos caixeiros.

As vítimas, identificadas como Modesto Sousa Aguiar, de 58 anos, e Daniel Mendonça Aguiar, de 32, - pai e filho, respectivamente -, foram assaltadas e, em seguida, levadas até uma área de matagal, onde foram praticados os assassinatos. Segundo o delegado, os criminosos mataram as vítimas com tiros e golpes de facão.

A polícia tomou conhecimento dos crimes por meio de informação anônima. Os suspeitos chegaram a ser vistos em um bar depois dos crimes e, ao saberem que estavam na mira da polícia, tentaram fugir, mas dois deles foram capturados ainda em Mairizinho; o terceiro suspeito está foragido. Os dois capturados levaram os policiais ao local do crime, onde estavam os corpos.

Os detidos foram encaminhados à delegacia do município de Santo Amaro, onde a população revoltada tentou invadir a unidade na manhã de hoje (4). Após muita tensão, a polícia conteve os ânimos das pessoas que tentaram linchar os suspeitos.

Ainda de acordo com o delegado Guilherme Sousa, a dupla foi autuada por duplo latrocínio e associação criminosa. Os corpos das vítimas foram removidos ao Hospital Municipal de Santo Amaro para realização de exame cadavérico.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.