Política fiscal

Dino cita "supostas pedaladas" e critica linha fiscal do governo

De acordo com o governador, "supostas pedaladas fiscais" levaram à eleição de um "governo", neste caso, do presidente Bolsonaro, que faz "desvarios fiscais"

Thiago Bastos da editoria de Política

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h15
(Flávio Dino / coletiva)

SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), voltou novamente a usar as redes sociais para criticar o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). De acordo com o governador, “supostas pedaladas fiscais” levaram à eleição de um “governo”, neste caso, do presidente Bolsonaro, que faz “desvarios fiscais”.

Para Dino, há agressão na política fiscal e social praticada pelo Governo Federal. “Essa gente consegue a proeza de agredir a responsabilidade social e a responsabilidade fiscal ao mesmo tempo”, disse.

As críticas fiscais coincidem com o período em que governadores de estados buscam diálogo com o Senado para alterar a proposta que tira dos gestores a autonomia de taxação do ICMS nos combustíveis.

De acordo com informações do Consórcio Nordeste, uma videoconferência entre governadores e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, acontecerá amanhã (21).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.