Esporte | Velocidade e adrenalina

São Luís recebe competição de longboard neste fim de semana

III Downhill Slide Cidade dos Azulejos será no sábado, 9, no bairro do Cohafuma, e contará com exibições de atletas campeões nacionais e competidores de vários estados
06/10/2021 às 17h20
Downhill Slide Cidade dos Azulejos de longboard será no sábado, 9.

SÃO LUÍS – São Luís recebe neste sábado, 9, o III Downhill Slide Cidade dos Azulejos, competição de skate do tipo longboard, que contará com atletas, admiradores e praticantes da modalidade. Em sua terceira edição, o evento, que vai acontecer na rua da Engenharia, no bairro do Cohafuma, das 9h até as 17h, se consolida no calendário esportivo estadual.

O Downhill Slide Cidade dos Azulejosb contará, também, com as exibições de Léo Lima, 4 vezes campeão Brasileiro e Jessica Amorim, Hexacampeã brasileira e bicampeã Sulamericana, ambos atletas profissionais. Cris Duarte, da Skatista da Black Sheep Skateboard, será o locutor oficial da competição.

O Downhill Slide Cidade dos Azulejos será disputado nas categorias Legend(atletas acima de 45 anos), Master(atletas acima de 34 até 44 anos), Feminino(qualquer idade) e Amador(acima de 16 anos até 33) e deve contar atletas dos estados do ará, Río de Janeiro, São Paulo, Brasília, Ceará e Piauí.

Essa competição é uma realização da Associação dos Longboards do Maranhão, a ALMA, e conta com o apoio do Governo do Maranhão e da Prefeitura de São Luís.

Léo Lima, 4 vezes campeão brasileiro, fará exibição na competição

Saiba mais sobre o longboard

Os longboards são um tipo especial de skate, muito mais compridos do que as bases padrão. Isso lhe dá uma experiência totalmente diferente de deslizar sobre eles. Na verdade, em um longboard, você pode chegar a velocidades muito altas do que no skate tradicional.

A experiência é muitas vezes comparada com a do surfe ou a do snowboard graças à capacidade do longboard lidar com curvas.

Os truques também são diferentes em uma base de longboard das de uma clássica base de skate. Este tipo de base realmente não é projetada para dar saltos, por isso é mais indicado para fazer deslizes e frear quando se usam equipamentos de proteção e capacetes clássicos para skate.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte