A Gente Conta

Criatividade que conquistou a Europa

Um dos artistas visuais mais procurados pelas grandes marcas é maranhense, dono de uma trajetória ligada à criatividade, ao design e ao storytelling

Wandson Lisboa - designer gráfico

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h15
Wandson Lisboa faz sucesso na Europa como instagrammer
Wandson Lisboa faz sucesso na Europa como instagrammer (Wandson Lisboa )

São Luís - Ele foi considerado pela The Huffingnton Post, em 2015, um dos usuários mais criativos do Instagram e, atualmente, tem mais de 100 mil seguidores na plataforma. O designer gráfico maranhense Wandson Pereira Lisboa conquistou a Europa com sua inteligência, descontração e criatividade.

Da Vila Palmeira, em São Luís, ele seguiu para Portugal, em 2010, com o intuito de fazer Mestrado na área, mas nunca entregou a tese. No entanto, conquistou espaços que jamais imaginou, trabalhando para grandes empresas e associando-se a eventos e produções que estão sendo incrementadas graças ao seu talento e desenvoltura.

O falante instagrammer é bastante conhecido em Portugal. Ele sempre foi comunicativo, desinibido e curioso, desde o período em que estagiou no Grupo Mirante, começando como colaborador do suplemento Galera, encartado no jornal O Estado do Maranhão, a convite da jornalista Francília Cutrim, que já naquela época o percebia “diferenciado” e detentor de ótimos textos.

Do impresso, ele migrou para a Rádio Mirante FM e teve uma experiência, também, no site. Era muito jovem naquela época. “Eu mandava cartas e dicas por e-mails para o ‘Galera’ e tudo era publicado. A jornalista Francília Cutrim me convidou para conselheiro editorial e foi aí que tudo começou”, conta.

Formado em Comunicação social com pós-graduação em Design, Wandson, embora não tendo concluído o Mestrado em Portugal, foi convidado para trabalhar com o diretor do curso e, por isso, passou a morar na Europa. “Depois, fui fazendo outras coisas e quando vi, já estava envolvido com a Internet e trabalhando em campanhas de várias marcas, com gestão de redes sociais e sendo convidado para me associar a grandes empresas”, recorda.

O mais recente trabalho do maranhense na terra dos patrícios foi para a Disney Plus. “Uma honra, pois a Disney é um sonho. Eu sempre gostei muito dessa coisa de mundo da fantasia, de brinquedos, uma vez que a minha vida era (e ainda é) cercada por eles”, afirma.

O envolvimento com o Instagram começou por acaso, segundo Wandson Lisboa. “Eu tenho muitos brinquedos e os levei para Portugal, como os meus bonecos do Toy Story. Pegava e montava cenários. Às vezes, fazia stop motion. No Instagram, eles conversam entre si, pois eu gosto de brincar com os objetos, de forma criativa. Pego a dualidade das coisas e transformo em uma outra. É como pensar fora da caixa”, revela.

Aliás, o maranhense sempre pensou fora da caixa. Olhava para um objeto e dizia ao pai que aquilo lembrava uma outra coisa. Esse olhar diferenciado o fez ganhar dinheiro e ser procurado por uma empresa de refrigerantes, a primeira para a qual trabalhou em Portugal. Depois, foi convidado para o NOS Primavera Festival, um dos maiores da Península Ibérica, como diretor de arte, cuja parceria ainda continua.

Há 12 anos em Portugal, ele retornou recentemente a São Luís para rever a família. “Foi muito bom. Eu viria em 2019, para fazer uma surpresa para o meu pai no dia do aniversário dele. Mas a pandemia não deixou. A partir de agora, vou vir com mais frequência”.

A experiência de Wandson Lisboa em Portugal tem sido bastante produtiva e ele se torna cada vez mais famoso no país. Prova disso é que já participou de programas de TV, como o “Cinco para ameia noite”, da RTP, e trabalhou, ainda, no Canal Q, que tem grande audiência. Além disso, foi convidado pela RTP para ser protagonista da próxima série da emissora, que vai estrear em outubro.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.