Sesc

Maranhão representado no projeto Amazônia das Artes

Projeto do Sesc terá as presenças da artista plástica Marlene Barros e da companhia de teatro Miramundo; ambas ministrarão formações on-line dentro da programação para este mês

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h16
Cena de um dos espetáculos da Cia.  Miramundo
Cena de um dos espetáculos da Cia. Miramundo (Miramundo)

São Luís - O Maranhão estará representado no projeto Sesc Amazônia das Artes por meio da artista plástica Marlene Barros e pela companhia de teatro Miramundo. Os maranhenses se unem a outros artistas de estados que formam a chamada Amazônia Legal e também do Piauí. Por conta das limitações impostas pela pandemia da Covid-19, nesta edição o projeto trabalha com ações híbridas, que mesclam o virtual e o presencial, em mostras de ações formativas, apresentações, exposições, exibições e fóruns que acontecerão durante o ano.

Na primeira etapa, que acontecerá até o dia 29 deste mês, serão realizadas as oficinas, totalmente gratuitas e no formato online. No segundo semestre ocorrerá a mostra de apresentações, fórum audiovisual e seminário em formatos virtuais ou híbridos.

Na programação, os maranhenses da MiraMundo Produções Culturais ministrarão a oficina “Dona do Meu Nariz – Criação e escrita de roteiros circenses”, oficina prática de criação e escrita de roteiro para números e cenas circenses de palhaçaria feminina. A proposta é trabalhar métodos de criação e escrita para estimular, instrumentalizar e provocar a escrita efetiva de roteiros para a construção de números ou cenas. O evento será de 12 a 14 deste mês.

O grupo também ministra o workshop “Rumbeiras, Partners, Volantes e Palhaças”, no dia 15 deste mês. A busca do protagonismo feminino na história do circo compõe parte da pesquisa da artista e docente Michelle Cabral sobre o corpo feminino na cena circense contemporânea. O workshop visa oferecer um panorama histórico da trajetória da mulher no circo.

Vivências
Já a artista plástica Marlene Barros coordena a oficina “Bordando Memórias”, que tem como referência o trabalho desenvolvido pelas mulheres arpilleras, um movimento de resistência formado por mulheres chilenas. A ideia é que as mulheres participantes desta oficina bordem suas próprias histórias usando como técnica a arpilharia. A oficina culminará na instalação de uma exposição após o período da pandemia e ocorre de 21 a 22.

A artista participa ainda, de 21 a 23 deste mês, do projeto com os vídeos diálogos da exposição “Eu tenho a tua cara”. Os vídeos tratam dos processos de criação da mostra de Marlene Barros, trazendo depoimentos das mulheres que participaram deste processo, e questões que permeiam a criação da artista.
Ao todo, foram selecionados para esta etapa do projeto, três artistas visuais,11 grupos artísticos (artes cênicas, música e literatura) e cinco produções audiovisuais para compor a programação do projeto.

Projeto
O Sesc Amazônia das Artes é uma rede de intercâmbio das artes e da cultura, que cria laços e fortalece a criação artística, dando visibilidade para as potencialidades que aparecem no cenário cultural da Amazônia Legal e do Piauí, tornando-se um instrumento de transformação e de desenvolvimento da produção artística da região. Realizado em formato de mostras, o projeto oferece acesso a produtos culturais de forma gratuita, com apresentações e capacitação em diferentes áreas artísticas como Artes Cênicas, Música, Audiovisual, Literatura e Artes Visuais.

Em 2021, o Sesc Amazônia das Artes alcança a sua 13ª edição e conta com trabalhos artísticos que incluem as mais variadas linguagens culturais, de artistas provenientes dos nove estados participantes, sendo eles: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins (estados que compõe a área que corresponde a Amazônia Legal) tendo ainda o Departamento Regional do Piauí como convidado, em virtude da identificação com o cenário social e cultural da região, e também sua proximidade geográfica.l

Serviço
O quê

Sesc Amazônia das Artes

Quando

Este mês

Inscrições

No no perfil do @sesc_ma

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.