Coluna

Jalapão, a terra dourada do Cerrado

Parque Estadual do Jalapão é uma unidade de conservação e tem muitos atrativos

Sheila Dureles, personal travel

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h17
Muitas são as belezas naturais do Jalapão
Muitas são as belezas naturais do Jalapão

O Jalapão é considerado um destino bem “roots” mas mesmo assim prepare-se para se surpreender. São dunas douradas, cachoeiras, fervedouros, trilhas, canoismo e o artesanato vindo do capim dourado que só nasce na região.

Jalapão

O Parque Estadual do Jalapão é uma unidade de conservação e está localizada na região leste do estado do Tocantins, há 300 km de Palmas e está distribuído pelos municípios de Mateiros e São Félix do Tocantins.

Para chegar é sempre via Palmas, capital do estado, que, dependendo de seu voo aconselhamos o pernoite na cidade. As estradas para o Jalapão são de chão, então o melhor período para ir conhecer é nos meses de seca, período que vai de maio a setembro, mas a região recebe turistas o ano todo.

O guia é fundamental. As estradas não são sinalizadas e somente com guias você vai conseguir conhecer tudo o que a região oferece.

A beleza das dunas e Chapada do Jalapão
A beleza das dunas e Chapada do Jalapão

Passeios

A aventura começa ao pegar a estrada que sai de Palmas e vai em direção à região. O caminho off road já te prepara para o que está por vir.

Passada a emoção inicial você encontrará os “fervedouros” que são como olhos d'água que brotam do chão em solo arenoso, facilitando a flutuação. Vale a dica que, apesar do nome, a água não é quente e sim fresquinha. Há vários fervedouros, como o do Ceiça, Salto, Buritis entre outros.

Outro atrativo da região é o cânion e a gruta de Sussuapara com seus paredões de 12 metros que formam uma fenda de onde “brota” um riacho.

As dunas do Jalapão com sua cor dourada são um convite ao pôr do sol, até porque a temperatura é elevada durante o dia. A vista não vai te decepcionar, a areia e o céu em tons alaranjados.

A cachoeira da Formiga e suas águas cristalinas são outro destaque que merecem ser anotados. A cachoeira da Velha também tem uma queda que vale as fotos.

A Serra do Espírito Santo te espera. É um passeio que exige mais preparo, mas imperdível. Se esforce e vá. A vista incrível do cerrado é algo indescritível e a pedreira que dá areia para a formação das dunas também.

A Pedra Furada, com seus blocos de Arenito esculpidos pelo vento, tem um pôr do sol incrível que compete com o das dunas.

Capim dourado é tradicional do Jalapão
Capim dourado é tradicional do Jalapão

Artesanato

A comunidade Mumbuca, descendente de escravos vindos da Bahia em busca de condições melhores fica no município de Mateiros e tem no artesanato seu carro-chefe. Ele é feito a partir do capim dourado, que é nativo da região e dá cor e forma a bijuterias, vasos, bolsas e objetos de decoração. No período da colheita do capim é possível participar do ato e ainda curtir a festa regional. Na cidade, também tem uma sorveteria que oferece delícias regionais, com sabores do Cerrado, como murici e buriti.

Serviço:

Todas as companhias aéreas possuem voos diários para Palmas.

Tenha em mente que no Jalapão você passará muito tempo em deslocamento entre uma atração e outra, por isso recomendamos ficar entre 5 e 6 noites na região.

O melhor período para ir conhecer é de maio a setembro.

As temperaturas médias são de 35 a 36° de dia e 23° à noite.

Leve roupas leves, calçados confortáveis. Roupa impermeável é a melhor para o destino. Chapéu, boné, protetor solar, repelente, lanterna.

Na região, o sinal de celular é muito ruim, lembre-se que é um destino de natureza. Máquina fotográfica, bateria, carregador. Leve dinheiro, não há caixas eletrônicos próximos caso queira comprar artesanato e aquele chocolate.

Há várias empresas de turismo, como a Jalapão 100 Limites e a Korubo.

Na primeira, a hospedagem se dará em pousadas familiares nos municípios de parada. Já a Korubo oferece um safari com hospedagem diferenciada no estilo Glamping em barracas.
Todas oferecem sistema de pensão completa para refeições.

Boa viagem.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.