Política | Eleições 2020

Wellington do Curso recorre a direção nacional do PSDB para manter candidatura

Deputado alega que opção da executiva municipal por Eduardo Braide foi "traição"
José Linhares Jr07/09/2020 às 16h27
Wellington do Curso recorre a direção nacional do PSDB para manter candidaturaDeputado Wellington do Curso (PSDB) promete não desistir de candidatura (Wellington do Curso)

O deputado estadual Wellington do Curso decidiu ir até as últimas instâncias pela manutenção de sua candidatura a prefeito. Na semana passada o PSDB, partido de Wellington, decidiu declinar da candidatura própria e apoiar o deputado federal Eduardo Braide (Podemos). Wellington alega ter traído pelo então presidente estadual do Partido, senador Roberto Rocha.

Segundo Wellington, sua posição nas eleições de 2016, quando foi candidato pelo PP, o credenciam a ser candidato em 2020. “Em 2016, fui candidato e fiquei em terceiro lugar, com mais de 103 mil votos. Agora, em 2020, aparecia entre os três primeiros pré-candidatos na pesquisa de intenção de votos. Ainda assim, o senador Roberto Rocha preferiu apoiar outro candidato, retirando o PSDB da disputa majoritária. Recorro à Comissão Executiva Nacional a fim de garantir que seja sim candidato a prefeito de São Luís. Vivemos em uma democracia e é lamentável que alguns sejam tão hipócritas ao ponto de defender a democracia, mas querer agir com base em uma única vontade, e transformar partido em cartórios ou puxadinho familiar.”, afirmou Wellington.,

Em contraposição as versões de Wellington, o senador apresentou um vídeo de uma convenção realizada em 2018 em que promete apoio a Eduardo Braide na presença do próprio Wellington.

O próprio Eduardo Braide reiterou em entrevista ao jornalista Jorge Aragão, no programa Ponto Final da Mirante AM, que “em 2018 eu era pré-candidato ao Governo do Maranhão, mas abri mão e apoiei o senador Roberto Rocha, que naquele momento, com Wellington presente, afirmou que estaríamos juntos me apoiando em 2020”.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte