O Mundo | Governo da Rússia

Após Putin propor reforma constitucional, Medvedev e gabinete entregam cargos

Dimitri Medvedev anunciou saída de forma inesperada depois que Putin propôs votação nacional sobre mudanças que devem transferir poderes ao Parlamento, medida que poderia lhe permitir continuar no comando do país depois de deixar o Kremlin
16/01/2020

RÚSSIA - O primeiro-ministro da Rússia, Dimitri Medvedev, apresentou a renúncia de seu governo ao presidente Vladimir Putin, ontem, 15, um anúncio inesperado feito após o discurso do chefe de Estado sobre reformas da Constituição.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte