O Mundo | Em Auschwitz

''Memória dos crimes do nazismo é inseparável", diz Angela Merkel

Chanceler visita antigo campo de concentração na Polônia pela primeira vez, em meio ao crescimento do antissemitismo e da extrema direita na Alemanha; ela anunciou a doação de 60 milhões de euros para auxiliar na conservação da área
07/12/2019

VARSÓVIA — A chanceler federal Angela Merkel realiza, na sexta-feira, 6, uma visita histórica a Auschwitz , na Polônia, maior campo de extermínio do regime nazista. Primeira líder alemã a visitar o local desde 1995, Merkel anunciará a doação de 60 milhões de euros para auxiliar na conservação da área, transformada em um museu e memorial. Sua visita coincide com o aumento do antissemitismo e com o avanço da extrema direita na Europa e, em particular, na Alemanha.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte