Estado Maior | COLUNA

O início

19/10/2019

O Estado, com o Instituto Escutec, trazem a pesquisa sobre a sucessão em São Luís, que, pela primeira vez, inclui todos os nomes que já se colocaram à disposição para disputar a Prefeitura da capital.
Os cenários mostram os mais possíveis quadros de candidatos que a partir de junho de 2020 serão concretizados.
Em todos os cenários, o deputado Eduardo Braide (sem partido) aparece à frente de seus adversários até o momento postos. Sempre com mais de 40%, Braide agora “surfa” na votação que teve em 2016, quando se apresentou apenas com um dígito nas pesquisas da época.
Os cenários da Escutec mostram que os nomes que são do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB) não alcançam o desempenho esperado para quem tem apoio do Palácio dos Leões e também da Prefeitura de São Luís.
Entre os nomes ditos governistas, Duarte Júnior (PCdoB) é o que tem melhor desempenho, sendo seguido pelo colega de parlamento Neto Evangelista (DEM). Já o predileto dos Leões, secretário Rubens Júnior, não alcança 2%, amargando nos cenários com seu nome na última ou penúltima colocação.
São cerca de 11 meses até as eleições de 2020. Esta é a primeira pesquisa Escutec/O Estado. Outras virão para ajudar o (e)leitor a acompanhar os cenários para a escolha do próximo prefeito da capital.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte