O Mundo | Agressão verbal

Declarações de Bolsonaro sobre Bachelet são repudiadas no Chile

Presidente brasileiro disse que ''se não fosse o pessoal do Pinochet derrotar a esquerda em 1973'', incluindo o pai de Bachelet, ''hoje o Chile seria uma Cuba''
05/09/2019

RIO/SANTIAGO - s declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet , e seu pai, general Alberto Bachelet , morto por causa das torturas sofridas durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), foram repudiadas por dirigentes políticos dos principais partidos políticos do país. Deputados e senadores de esquerda, centro e direita questionaram o que consideraram um ataque à ex-presidente chilena (2006-2010 e 2014-2018) e uma utilização por parte de Bolsonaro da História do Chile "com fins de política interna".

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte