Estado Maior | COLUNA

Mais uma vez a BR-135

04/09/2019

As obras de duplicação da BR-135 devem ser retomadas nos próximos meses. Foi o que informou o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas, aos membros da bancada maranhense em Brasília, em reunião ontem. Um reestudo estava sendo feito, e ainda esta semana será apresentado a Dantas, relator do caso da rodovia, que passa pelo Maranhão, e ele deve liberar a retomada dos serviços.
Este é mais um capítulo, que pode até chegar ao fim ainda este ano, no entanto, há outros trechos que manterão no ar a novela da duplicação da BR-135.
A terceira etapa da obra - que vai de Itapecuru até Miranda - pode não avançar. E pior: ainda perder a verba já garantida para a duplicação pelas bandas de lá. Motivo? Pelo estudo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o valor da obra tem um aumento previsto acima de 25%, o que deixa os serviços inviáveis, e, por isso, o contrato já licitado deve ser cancelado.
A esperança para que a obra não fique mais tanto tempo sem previsão de ocorrer vem da proposta do deputado federal Hildo Rocha (MDB), que propôs ao general Santos Filhos, diretor do Dnit, que a obra seja mantida e que a duplicação ocorra até o quilômetro.
Ou seja, mesmo não fazendo o trecho completo previsto para a terceira etapa, o Governo Federal poderia manter a obra sem que a verba oriunda na emenda de bancada impositiva se perdesse.
Segundo o emedebista, a proposta foi aceita pelo general. Esperar que na prática isto ocorra realmente.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte