Estado Maior

Justiça e juventude

26/08/2019

A Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão realizou, no último fim de semana, a primeira atividade prática do Projeto Voto Jovem na Escola, edição 2019. Trata-se de uma palestra realizada na escola Liceu Maranhense, situada no Centro da capital.
O presidente do TRE, desembargador Cleones Cunha; o corregedor-eleitoral, desembargador Tyrone Silva, o desembargador Bernardo Silva; a desembargadora Anildes Cruz, ex-presidente do Tribunal; além de servidores da Justiça Eleitoral, gestores e estudantes do Liceu, participaram do evento.
Na palestra, os magistrados levantaram um breve histórico da Justiça Eleitoral do Brasil, trataram da segurança das urnas eletrônicas e reforçaram o papel imprescindível da biometria no combate às tentativas de fraudes no momento da votação.
O projeto Voto Jovem na Escola é de responsabilidade social da Justiça Eleitoral do Maranhão e busca estimular o alistamento eleitoral e o desenvolvimento da consciência cívica dos jovens estudantes do ensino médio, das redes estadual e particular, com idade entre 15 e 18 anos.
Dentre os objetivos, está a conscientização dos estudantes a respeito da importância do voto como instrumento de cidadania; participação dos jovens e adolescentes no processo eleitoral de forma proativa; fomento à educação política nas escolas de ensino médio do estado; esclarecimento sobre o funcionamento e segurança das urnas eletrônicas; aproximação da Justiça Eleitoral à sociedade, em especial ao jovem e futuro eleitor, além da divulgação do acesso aos serviços eleitorais.
O projeto é desenvolvido pelo TRE desde 2008 e para a edição de 2019 estão previstas atividades como palestras educativas, concurso de redação, treinamento e simulações de votação nas urnas eletrônicas, além do alistamento eleitoral.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte