Política | Impunidade

Assessor indiciado por falsidade ideológica é mantido no governo Bolsonaro

Preso no dia 27 de junho no âmbito da Operação Sufrágio Ostentação, Mateus Von Rondon continua no Ministério do Turismo
O Estado MA12/07/2019 às 15h48
Mateus Von Rondon foi preso, indiciado por falsidade ideológica e, mesmo assim, permanece no governo

O assessor especial do Ministério do Turismo, Mateus Von Rondon, voltou a dar expediente normalmente no gabinete do ministro, Marcelo Álvaro Antônio, após a soltura. Ele fora preso no dia 27 de junho no âmbito da Operação Sufrágio Ostentação, que mira supostas candidaturas laranja do PSL.

Conforme as investigações da Polícia Federal, o partido do presidente Jair Bolsonaro utilizou candidatas de fachada para acessar ilegalmente recursos de fundo eleitoral em dois Estados: Minas Gerais e Pernambuco.

A PF já identificou que nos dois Estados a relação custo por voto entre as mulheres que teriam sido usadas como laranjas (e que tiveram poucos votos) era maior que a registrada entre candidatos que venceram as eleições.

As prisões ocorreram no âmbito operação que apura um esquema de candidatas-laranjas nas eleições de 2018 com o objetivo de acessar fundos eleitorais destinados exclusivamente a campanha de mulheres. Além Rondon, também foram presos Roberto Soares e Haissander Souza, que atuaram como coordenadores da campanha do atual ministro para deputado federal em 2018.

O assessor do ministro teria atuado no esquema fornecendo notas fiscais frias para justificar a retirada dos recursos públicos. À época, Álvaro Antônio presidia o PSL no Estado de Minas.

Sobre uma possível exoneração do servidor envolvido no escândalo o Ministério do Turismo informou, por nota, que aguarda o andamento do processo judicial para não submeter o servidor a uma “condenação sumária sem garantir a ele o direito de ampla defesa”.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte