Estado Maior | COLUNA

Vistoria no porto

04/07/2019

O governo estadual terá a oportunidade hoje de provar que a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) não cometeu qualquer tipo de irregularidade na gestão do Porto do Itaqui. Deputados federais da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados estarão no porto nesta tarde.
Além dos parlamentares, integram a vistoria fiscais do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU). Se tudo estiver dentro das normas legais previstas nos termos de concessão administrativa, a Emap vai provar que as ações que tramitam na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) não têm sentido.
O problema é que é difícil imaginar que tudo está bem na gestão da Emap no Porto do Itaqui. Explica-se: quando o deputado Edilázio Júnior (PSD) apresentou o requerimento para que a comissão da Câmara fizesse uma auditoria no Porto, houve tentativa comunista para evitar a aprovação da vistoria.
Mas por qual motivo se quis evitar a visita técnica? O que os dados da empresa mostram e que a fiscalização poderá descobrir?
São questionamentos que devem ser respondidos hoje. E estes poderão livrar o governo de mais uma situação desconfortante ou confirmar o que a oposição vem afirmando há tempos: a Emap transferiu dinheiro para o governo, o que seria ilegal.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte