Política | Entrevista: Roberto Rocha

"O que falta ao MA é entender que o bem-estar social depende do desenvolvimento"

Senador da República há quase cinco anos, maranhense ganhou destaque no Governo Bolsonaro; tucano defende reformas
Carla Lima/Editora de Política01/06/2019

Cumprindo os seus últimos quatro anos de mandato de senador, Roberto Ro­cha (PSDB) demonstra que vai em busca de se manter no quadro político-eleitoral do Maranhão para os próximos dois anos e ainda (mais provável) buscar a reeleição ao Senado em 2022.
Os movimentos do senador maranhense são constantes e na bancada maranhense no Senado, Ro­cha vem se destacando como um aliado de primeira linha do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).
A favor da reforma da Previdência, articulador para o acordo Brasil e Estados Unidos em relação à Base de Alcântara e ácido crítico da gestão estadual no Maranhão, Roberto Rocha vem sempre buscando uma agenda que traga desenvolvimento para o estado, a exemplo do pagamento de royalties aos 23 municípios por onde passa a Estrada de Ferro Carajás e ainda a implantação da Zona de Exportação do Maranhão.
E mesmo diante das propostas em busca do desenvolvimento, Roberto Rocha ainda trabalha nos bastidores políticos que favoreçam o PSDB, partido que saiu enfraquecida das eleições de 2018 tanto para presidente quanto para governador no Maranhão.
Segundo o presidente do PSDB no Maranhão, para as duas próximas eleições ainda não há um panorama completamente defino. “Muita água ainda passará sob essa ponte”, disse Roberto Rocha.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte