ousadia

Fernandinho Beira-Mar quer vender suvenir de dentro da cadeia

O traficante pretende divulgar sua história de vida, vender livros de sua autoria e suvenires como camisetas, canecas e bonés por meio de um site

Estadão Conteúdo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h25
Fernandinho Beira-Mar está preso em um presídio de segurança máxima no Rio Grande do Norte.
Fernandinho Beira-Mar está preso em um presídio de segurança máxima no Rio Grande do Norte. (fernandinho beira mar)

BRASIL - Preso em regime de segurança máxima, o traficante Fernandinho Beira-Mar está em tratativas para colocar no ar um site no qual pretende divulgar sua história de vida, vender livros de sua autoria e suvenires como camisetas, canecas e bonés, sob a marca FBM.

O site seria administrado, em parte, a partir da cela que ocupa na Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. O professor Cláudio Langroiva, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), acredita que a atitude viola a lei por desvirtuar o princípio do cumprimento de pena.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.