Cidades | SEMANA SANTA

Semana Santa: ferry-boat e rodoviária intensificam as vendas e as reservas

Passageiros formaram filas em agências do terminal rodoviário da capital, na manhã de ontem; empresas de ferry-boat registram esgotamento de passagens em alguns dias, mas garante transporte extra, caso haja demanda
Igor Linhares / O Estado16/04/2019

A Semana Santa começou, e a movimen­tação no Terminal Rodoviário de São Luís e no Terminal da Ponta da Espera, de onde partem os ferry-boats, em direção ao Porto do Cujupe, já é intensa, sobretudo de passageiros em busca de bilhetes para viajar no próximo dia 18, data que antecede o feriado de Sexta-feira da Paixão (19). Anualmente, milhares de pessoas circulam nos dois principais pontos de embarque, para o interior e outros estados, durante este período. Grande parte das agências de transporte terrestre, logradas na rodoviária, esperam pela intensificação na busca por bilhetes no decorrer da semana. A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) estipula, para este período, aumento do número de passageiros em relação ao ano passado.

Tradicionalmente, milhares de pessoas em São Luís aproveitam a Semana Santa para visitar familiares no interior do estado, ou mesmo para buscar rotas de descanso. As datas em que mais se verificam passageiros na busca por bilhetes na rodoviária da capital, por exemplo, são amanhã, quarta e quinta-feira. Mas ontem (15), já no primeiro dia útil da semana, filas de pessoas à procura de passagens em algumas agências de viagens se formavam; outras ainda registravam pouca movimentação – mas apostam que o cenário mude nos próximos dias, como acontece todos os anos, uma vez que grande parte de quem viaja neste período procura passagens de última hora, o que não é opção para a dona de casa Ana Maria Soares, de 67 anos, e a neta, Shirmane Assunção, de 37.

Segundo a dona de casa, a reserva da vaga para o destino desejado passou a ser feita com antecedência, desde o dia em que ela não conseguiu bilhete para o dia e horário que queria. “Já aconteceu de eu vir comprar, em anos passados, e não conseguir. Por isso, desta vez, decidi vir mais cedo”, contou. “Eu aproveitei também e vim logo, apesar de hoje [ontem] ainda ser segunda-feira, porque, quando a gente tem certeza de que vai viajar, não dá para deixar para a última hora”, complementou a auxiliar de departamento, neta de Ana Maria. Ambas enfrentaram uma fila para reservar a passagem para quinta-feira (18), com destino a Urbano Santos, no leste do estado.

A fila que avó e neta enfrentaram foi de uma agência que faz viagens para cerca de 20 municípios maranhenses, além de realizar viagens para outros estados, como Distrito Federal e Goiás, uma das mais abrangentes da rodoviária de São Luís.
Para a aposentada de 62 anos, Catulina Rosa, deixar a compra do bilhete rodoviário para a última hora também não é alternativa há muito tempo. “Só quem já ficou sem viajar durante esse período, porque deixou para comprar a passagem de última hora, sabe que o melhor a se fazer é comprar com antecedência. Por isso, eu garanti logo a minha, porque com certeza, daqui para quinta-feira, que é quando vou viajar, não terá mais vaga, já que o lugar para onde vou é o destino de muitos e há poucos ônibus que passam no local”, frisou. A aposentada viajará para o povoado da Prata, localizado na MA-311, no município de Hum­berto de Campos.

Nas agências que registravam baixa procura ontem, a expectativa é de que o cenário seja mudado nos próximos dias, já que muitas pessoas ainda trabalham até quinta-feira e só aproveitam mesmo o fim de semana prolongado. “Até o momento, a procura ainda está baixa, mas é considerado normal por quem trabalha há algum tempo no ramo e sabe que muita gente só corre em busca de bilhetes lá pela Quinta ou Sexta-feira Santa. Apostamos que o cenário seja revertido nos próximos dias”, pontuou a bilheteira Rossiléia Oliveira. A agência em que ela trabalha realiza viagens para, pelo menos, 10 municípios maranhenses e outros cinco estados.

Transporte marítimo
No Terminal da Ponta da Espera, que embarcou 50.499 pessoas entre a Quarta-Feira Santa do ano passado e a terça-feira seguinte, as empresas Serviporto e Internacional Marítima já estão com bilhetes esgotados para os dias 17 e 18, assim como 21 e 22, para retorno. Contudo, segundo as empresas, além dos três ferry-boats em funcionamento normal, haverá transporte extra para atender à demanda de passageiros, mas, para evitar surpresas, o recomendado é, novamente, não deixar para a última hora. Para a sexta-feira, 19, ainda há vagas disponíveis para as viagens do final da tarde.

Ainda no ano passado, também entre a Quarta-Feira Santa e terça-feira seguinte, 9.253 veículos passaram pelos terminais da Ponta da Espera e Cujupe. Este ano, a Emap estipula um aumento aproximado de 20% no número de pessoas e 10% no de veículos.

Operação
Considerando a proximidade da Páscoa e aumento do fluxo nos terminais da Ponta da Espera e do Cujupe, na última terça-feira (9), a Emap se reuniu com representantes da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) e das operadoras de ferry-boat Serviporto e Internacional Marítima, para traçar as estratégias de atendimento e segurança no período.

Após o sucesso da operação de Carnaval, a Emap acredita que o funcionamento neste período também será positivo. “A expectativa é de que o movimento deste ano seja maior que o de 2018, justamente em virtude da data, que é mais favorável”, explica o gerente de terminais externos, Glauco Vaz. “A nossa orientação para o usuário, especialmente para quem tem veículo, é de que vá para o terminal com a passagem na mão, porque, assim, ele tem a certeza de que vai viajar com todo o conforto”, recomenda.

A força-tarefa que está sendo organizada para a Semana Santa tem por objetivo manter a organização e reduzir o tempo de espera nos terminais, proporcionando um atendimento cada vez melhor, além de segurança e tranquilidade para quem vai atravessar a Baía de São Marcos no feriado. “Como é um período de grande demanda, as ações serão intensificadas.
Teremos equipes da MOB disponíveis durante todo o período da Semana Santa para prestar informações e orientar sobre o fluxo para embarque e desembarque”, disse o presidente da MOB, Lawrence Melo.

ORIENTAÇÃO PARA O EMBARQUE

Informe-se sobre os horários das viagens no site da Emap (www.emap.ma.gov.br)
Compre os bilhetes com antecedência
Ao optar pelos serviços dos ônibus, é importante chegar a esses terminais com no mínimo uma hora de antecedência.
A dica vale também para quem viaja com veículos.
Chegar cedo ajuda na organização do embarque e evita atrasos
Atenção para a lotação de ônibus e vans: só será permitido o acesso de veículos com número de passageiros compatível com a sua capacidade
Dentro do terminal, siga as orientações de fluxo e posicionamento

HORÁRIO FERRY-BOAT

(Serviporto)
São Luís – Cujupe
3h, de segunda a sábado
6h, de segunda a sábado
8h, de segunda a domingo
13h, de segunda a domingo
16h, de segunda a domingo
18h, de segunda a domingo

(Internacional Marítima)
São Luís – Cujupe

5h, de segunda a domingo
7h, de segunda a domingo
10h, de segunda a domingo
12h, de segunda a domingo
15h, de segunda a domingo
20h, de segunda a domingo

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte