Polícia | Assassinato

Polícia sem pista do assassinato de ex-presidiário, em Imperatriz

A vítima, que havia sido presa acusada de tráfico de droga e homicídio, foi morta a tiros na porta da sua residência quando conversava com amigos
Ismael Araújo12/04/2019

IMPERATRIZ - A polícia ainda ontem não havia identificado o autor do assassinato do ex-presidiário Wesley Gonçalves Sousa, o Calango, de 23 anos, ocorrido na noite de quarta-feira, no Parque Amazonas, em Imperatriz. A vítima respondia pelos crimes de tráfico de droga e homicídio ocorrido no dia 17 de julho do ano passado, nessa cidade.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte