Perigo no trânsito

Retornos irregulares são um risco para acidentes em São Luís

Pelo menos duas vias de grande fluxo diário de veículos possuem acessos feitos pela população, fora dos padrões estabelecidos por órgãos de trânsito

Thiago Bastos / O Estado

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h28
Retorno irregular na Via Expressa gera perigo para condutores; situação é cotidiana nas vias de grande fluxo
Retorno irregular na Via Expressa gera perigo para condutores; situação é cotidiana nas vias de grande fluxo (retorno irregular)

Um perigo para o trânsito de São Luís é a presença de retornos considerados irregulares e fora dos padrões, em vias de grande fluxo de veículos. O Estado flagrou ontem (26) dois exemplos de infrações deste tipo na Via Expressa - que liga os bairros do Jaracati, Renascença, Bequimão e Vinhais - e na Avenida Quarto Centenário - que dá acesso à Camboa, Alemanha e adjacências.

De acordo com testemunhas, em ambas as vias os retornos considerados irregulares foram feitos por moradores da região. Na Via Expressa, o acesso está situado ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto do Vinhais (ETE). Enquanto aguarda para se deslocar até o outro lado da pista, por ausência do chamado recuo, trecho da avenida em que o veículo ficaria protegido e com espaço para efetuar a manobra de retorno, o veículo fica atravessado em um dos lados da via, o que representa um perigo e um risco de acidentes. “Eu já vi muitas vezes alguns carros quase se batendo, enquanto tem veículo fazendo esse retorno aí”, disse Paulo Costa, ciclista, que passa pela Via Expressa diariamente.

Na Quarto Centenário, o retorno irregular está presente na saída da Rua de Roma Velha, no Monte Castelo. Motos, e até mesmo caminhões, usam o trecho irregular para passar para o outro lado da via, no sentido Alemanha/Camboa. O Estado flagrou, na tarde de ontem (26), vários motoristas conduzindo veículos de grande porte, efetuando a manobra. Um deles, conforme a inscrição na carroceria, era da frota de uma empresa de material de construção.

No local, não há nenhuma placa de aviso alertando acerca dos riscos de se fazer o retorno irregular. Mesmo com os flagrantes, nenhum veículo da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) foi visto. A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) informou, em nota, que uma equipe de engenharia fará a vistoria na Via Expressa para levantar as necessidades e realizar as devidas intervenções. A Sinfra ressalta que, muitos retornos irregulares são abertos indevidamente pela própria população ou condutores.

Sobre retornos irregulares na Avenida Jackson Lago (IV Centenário), a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) informou que enviará equipe técnica ao local, para que sejam tomadas as devidas providências.

Por sua vez, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) frisou que as polícias Militar e Militar Rodoviária (BPRV) têm intensificado o patrulhamento nas vias, de modo a coibir quaisquer tipos de ações criminosas na localidade, bem como monitorar o tráfego local, prevenindo possíveis imprudências de condutores e demais infrações como, por exemplo, a realização de conversão em locais proibidos ou por cima do canteiro central.

SAIBA MAIS

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, fazer uma conversão considerada errada ou fora dos padrões gera multa no valor de R$ 293,00 para o motorista e é considerada infração grave

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.