COLUNA

Cenário final?

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h28

As duas pesquisas divulgadas nos últimos dias - Ibope e Real Time Big Data - praticamente consolidam o cenário final das eleições no Maranhão. Mas qual cenário pode-se afirmar neste momento? O da indefinição. Se o Ibope apontou uma possibilidade de Flávio Dino vencer em primeiro turno, a Big Data mostra que isso não é possível de se afirmar. Pelo menos, não até agora.
O cenário real da eleição maranhense neste momento é: Flávio Dino à frente, num perímetro de intenção de votos que varia de 40% a 52%. Em segundo lugar, está Roseana, num círculo que vai de 29% a 38% de intenção de votos. Tudo isso é possível descrever, levando-se em conta a margem de erro de 3 pontos percentuais nos dois levantamentos.
É possível apontar uma diferença entre os dois de 23 pontos percentuais pró-comunista; ao mesmo tempo, porém, pode-se afirmar que esta diferença seria de apenas 2 pontos percentuais (40% a 38%), dependendo da variação da margem de erro, para mais ou para menos aplicada a ambos os candidatos.
Outro aspecto a ser levado em conta é que, apesar da disputa polarizada entre eles, não são apenas Flávio Dino e Roseana os concorrentes nestas eleições. Eles têm a companhia do senador Roberto Rocha (PSDB), da ex-prefeita Maura Jorge (PSL) e dos sindicalistas Ramon Zapata (PSTU) e Odívio Neto (PSOL). E todos estes pontuarão no processo, já que não existe votação zero numa disputa como esta. Nesse caso, faltando 16 dias para a eleição, o cenário ainda não é final no Maranhão. É, no mínimo, indefinido.

Segundo turno
Numa contagem cartesiana e objetiva, o governador Flávio Dino está a apenas 10 pontos percentuais à frente dos seus adversários na corrida pelo Governo do Estado.
Isso significa que cada um dos outros cinco adversários na disputa - Roseana Sarney, Roberto Rocha, Maura Jorge, Odívio Neto e Ramon Zapata - precisa crescer, um pelo outro, ao menos dois pontos percentuais.
Neste caso, o segundo turno estaria garantido, mesmo se Dino não perdesse mais nenhum dos seus votos até a eleição.

Fracionamento
Tecnicamente, a falta de pontuação de Ramon Zapata e Odivio Neto não significa que eles sairão zerados do processo eleitoral.
O percentual histórico da chamada ultra-esquerda nas eleições estaduais é de 3% a 4% dos votos válidos.
Isso significa que, pela realidade da pesquisa Ibope de quarta-feira, a diferença pró-Dino em relação aos adversários pode ser de apenas 6 pontos percentuais.

Lá e cá
Mais embolada da história recente do Maranhão, a disputa pelo Senado Federal traz dados curiosos.
Há uma divisão clara entre os evangélicos, que optam por Eliziane Gama e Weverton Rocha, e os católicos, que preferem Edison lobão e Sarney Filho.
Líderes na corrida geral, Lobão e Sarney Filho também são mais fortes que os adversários governistas no interior maranhense.

Aparelhamento
A pesquisa Ibope mostrou o resultado eleitoral claro do aparelhamento do governo Flávio Dino pelas igrejas evangélicas.
Os números mostram que os mais de 50 capelães nomeados pelo comunista na PM, nos bombeiros e no sistema de Segurança estão sendo convertidos em votos.
Detalhe: é exatamente por causa desse aparelhamento que Flávio Dino já responde a uma ação que pode custar-lhe o mandato.

No interior
Os aliados do capitão Jair Bolsonaro atuam para movimentar cidades maranhenses, mesmo sem a presença do candidato.
Os mais otimistas são os representantes dos evangélicos na política: senador Magno Malta, deputado Marcos Feliciano e pastor Silas Malafaia.
Para o Maranhão, eles gravam vídeos pedindo votos para seus candidatos a deputado federal, estadual e governo.

DE OLHO
R$ 3,8 mi Já foram repassados pela Secretaria de Infraestrutura para serviços na rodovia MA-138, que deve ser denunciada ao Ministério Público.

E MAIS

• O acirramento da disputa entre Roberto Rocha e Maura Jorge pode levar os dois a incrementar a busca por votos no interior do Maranhão.

• A ex-governadora Roseana Sarney mantém o ritmo de campanha e iniciou nova agenda pelo interior do estado, ao lado de seus candidatos.

• Mesmo diante da pressão comunista pela vitória no primeiro turno, prefeitos comunistas têm declarado apoio a Roseana Sarney.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.