COLUNA

Como fica no Maranhão?

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h28

Um eventual segundo turno entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) - o mais provável cenário, a partir da leitura das pesquisas de intenção de votos - poderá reordenar as forças políticas nacionais no estado e redefinir projetos para os próximos quatro anos.
A campanha local iniciou-se em agosto, com a declaração aberta do agora candidato Fernando Haddad (PT) - ainda na condição de vice - de apoio a Flávio Dino, totalmente antagônico ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSL). A possibilidade de Haddad no segundo turno forçará ainda mais o antagonismo de Dino em relação a Bolsonaro.
O candidato do PSL e capitão reformado do Exército tem no Maranhão como aliada a ex-prefeita Maura Jorge (PSL). E parece ter pouca ou nenhuma relação com Roseana ou qualquer um dos seus aliados mais próximos.
Mesmo com Fernando Haddad vinculado ao palanque de Flávio Dino, Roseana tem usado em campanha a condição legítima de aliada de Lula, para reivindicar os votos mais próximos ao ex-presidente. Mas terá de se posicionar no embate direto contra Dino, sobretudo diante do fato de que o comunista jamais se juntará ao capitão do Exército.
E isso pode ser um trunfo também para mostrar aos maranhenses que, sob Dino, o estado terá ainda mais dificuldade na relação com o Palácio do Planalto.

Ela na Ilha
A campanha da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) em São Luís é a que apresenta maior volume nas ruas.
O governador Flávio Dino só sai às ruas da capital na companhia da militância do PDT ou com a estrutura da Prefeitura de São Luís, cujo titular é seu aliado.
Já os demais candidatos apresentam ações tímidas, tanto em São Luís quanto nos municípios da Grande Ilha.

Projeto 2020
Candidatos naturais às eleições municipais de 2020, os deputados Eliziane Gama (PPS), Eduardo Braide (PMN), Wellington do Curso (PSDB) e Neto Evangelista (DEM) focam na campanha em São Luís.
Mas eles ainda vão depender das articulações envolvendo os dois postulantes mais próximos do segundo turno em 2018, Flávio Dino e Roseana.
Até porque qualquer um dos dois que vencer o pleito estadual terá planos próprios para o processo municipal de daqui a dois anos.

Recall
Isolado nas eleições deste ano, Eduardo Braide tem um objetivo imediato no pleito de 2018: superar a casa dos 100 mil votos.
Só assim ele mantém o recall de 2016, mostra que ainda está no jogo de 2020 e ganha força para se rearticular a partir de Brasília.
O deputado sabe, por exemplo, que um partido com peso no Congresso é fundamental para manter os planos em evidência.

Desmobilização
Com a dispersão já anunciada dos partidos do Centrão, a campanha presidencial do PSDB começa a entrar na fase do desmonte com a proximidade do fim do primeiro turno.
E os efeitos dessa desmobilização afetam também o projeto do partido no Maranhão, onde o senador Roberto Rocha concorre ao governo.
Mesmo com o esvaziamento da candidatura presidencial, Rocha se mantém leal a Geraldo Alckmin em todas as suas peças de campanha.

Ciro também
Outro que começa a sentir o efeito do quadro que se desenha para o segundo turno é o candidato do PDT, Ciro Gomes.
No Maranhão, por exemplo, os militantes do PDT já fazem campanha aberta pelo petista Fernando Haddad.
Nos cartazes de campanha de candidatos pedetistas ao Senado, à Câmara e à Assembleia, a foto de presidente que aparece é a de Haddad.

DE OLHO
R$ 80 mIlhões Foi quanto o governo Flávio Dino se apossou da Emap, em processo denunciado à Justiça Federal e que a União quer agora de volta aos seus cofres.

E MAIS
• A desistência do deputado federal Júnior Marreca da reeleição era uma decisão esperada desde o início da campanha.

• Repetindo 2016, a Prefeitura de São Luís acaba de renovar, às vésperas das eleições, contrato de R$ 20 milhões com a agência que cuida da propaganda eleitoral do PDT.

• O dia será de expectativa pelos números da pesquisa Ibope que serão divulgados hoje à noite, pela TV Mirante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.