Política | Eleições 2018

Pré-candidato petista ao governo diz que PCdoB humilha o PT no MA

Sindicalista Aníbal Lins divulgou carta em que reclama da relação do governador Flávio Dino com o PT
Carla Lima/Subeditora de Política20/07/2018 às 11h24
Pré-candidato petista ao governo diz que PCdoB humilha o PT no MAAníbal Lins se coloca como pré-candidato ao governo pelo PT (Divulgação)

O pré-candidato ao governo maranhense pelo PT, Aníbal Lins, divulgou na manhã desta sexta-feira, 20, carta aos maranhenses mostrando o tratamento dado ao seu partido pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Segundo Lins, Dino desvalorizou o PT ao tirar Márcio Jardim do comando da Secretaria Estadual de Esportes para dá a aliado do deputado André Fufuca do PP.

"A Secretaria Estadual de Esportes do Maranhão que era ocupada pelo petista histórico, combativo e honesto Márcio Jardim, com orçamento anual de mais de R$ 50 milhões foi cedida para o deputado federal golpista André Fufuquinha do Partido Progressista – PP., que votou no impeachment da presidente Dilma, que votou pelo congelamento por 20 anos em investimentos sociais e que aprovou a reforma trabalhista, que precarizou o emprego no Brasil", disse.

Aníbal Lins reclama ainda que Flávio Dino e o PCdoB não querem o PT na chapa majoritária dando espaço para a deputada federal Eliziane Gama (PPS) para ser candidata ao Senado. De acordo com o pré-candidato, ela trabalhou contra o PT na CPI da Petrobras e ainda votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff.

Para Lins, o PCdoB não quer o PT quer somente o tempo de televisão que o PT tem.

O Partido dos Trabalhadores não indicará nenhum dos seus dois candidatos ao Senado é muito menos a vaga de vice-governador. Mas Flávio Dino e o PCdoB não abrem mão do tempo de TV do PT para a sua reeleição e dá deputada federal golpista Eliziane Gama, na vaga que poderia ser de um petista”, disse.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte