COLUNA

Está no jogo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h30

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) negou ontem à coluna que tenha preparado para os próximos dias anúncio de desistência da pré-candidatura ao Governo do Estado. O parlamentar afirmou que mantém o projeto político e ainda conversa com partidos e aliados para a formação de uma chapa majoritária.
Braide também negou que tenha conversado com a ex-prefeita Maura Jorge sobre adesão ao projeto da pré-candidata, ou que tenha sido procurado pelo senador Roberto Rocha. De acordo com o deputado, não há nada que indique uma eventual desistência sua da disputa, nas eleições de outubro, pelo comando do Executivo.
As especulações em torno do nome de Eduardo Braide no meio político ocorreram logo após o ex-secretário de Estado da Saúde Ricardo Murad (PRP) ter abdicado de sua pré-candidatura e declarado apoio à pré-candidatura da ex-governadora Roseana Sarney.
A exemplo da postura de Braide, Murad havia silenciado sobre a disputa, sobre as articulações e sobre a formação da chapa. O deputado do PMN tem mantido distância do debate político. Tem evitado se expor no cenário e se limita, vez ou outra, a sugerir uma alternativa à atual gestão.
Apesar disso, garante que se mantém pré-candidato.

Aliança nacional
A Executiva Nacional do PTB decidiu por unanimidade ontem pelo apoio à pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República.
A posição do partido, teoricamente, deverá se repetir nos estados em que o PSDB possui pré-candidatura ao Governo.
No Maranhão, o PSDB tem como pré-candidato o senador Roberto Rocha. O PTB, por outro lado, se dedica ao projeto do governador Flávio Dino (PCdoB).

No Maranhão, não
Sobre o assunto, aliás, o deputado federal Pedro Fernandes (PTB) afirmou à coluna que, apesar de nacionalmente o partido ter formalizado aliança com o PSDB, o mesmo não ocorrerá no Maranhão.
Ele disse que o partido continuará ao lado de Flávio Dino, que disputará a reeleição para o cargo em outubro.
Então, tá.

Em Coroatá
O ex-secretário de Estado da Saúde e pré-candidato a deputado federal pelo PRP Ricardo Murad participará de um ato político no município de Coroatá, no próximo sábado, ao lado de Roseana Sarney (MDB).
Murad abdicou da pré-candidatura ao Governo no início da semana e declarou apoio a Roseana para a disputa do Palácio dos Leões.
O ato de Coroatá será o primeiro dos dois juntos após a adesão ao projeto político da emedebista.

Sem resultado
Até hoje não há uma solução sobre o procedimento instaurado no Ministério Público Federal para apuração do escândalo da espionagem na Polícia Militar.
O caso ganhou repercussão nacional após o vazamento de documentos. O monitoramento era feito a políticos de oposição ao governador Flávio Dino (PCdoB).
Na edição de ontem, o jornal Folha de S. Paulo publicou o resultado de uma sindicância interna da PM, que responsabilizou o coronel Heron, que foi filiado ao PCdoB. Já era esperado. Já o MPF…

Loteamento prisional
A Secretaria de Administração Penitenciária admitiu, por meio de nota, que usa a prática de lotação de detentos de diferentes facções criminosas em presídios ou alas separadas no Sistema Prisional.
A medida, segundo a Seap, ocorre quando há ameaças à integridade física, moral ou psicológica dos presos em convivência com os demais.
Com isso, descreveu a nota, há redução no número de homicídios nos presídios.

Lamentável
A Fundação Antônio Jorge Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, encaminhou na semana passada ofícios ao Governo do Maranhão, à Prefeitura de São Luís, à Assembleia e ao Ministério Público anunciando que tem data para encerrar alguns serviços.
Devem ser descontinuados no dia 12 de agosto, por falta de recursos, o Serviço de Pronto Atendimento (SPA), o Atendimento Domiciliar e o Tratamento da Dor e Cuidados Paliativos.
No ano passado, o deputado Eduardo Braide cobrou do governador Flávio Dino a liberação de emendas que haviam sido destinadas para o hospital. Ontem, o parlamentar lamentou a situação.

DE OLHO
R$ 983.933,79 é o valor do aditivo de contrato firmado pela Uema com a Classi Segurança Privada Ltda. O montante corresponde a 20,44% do contrato inicial.

E MAIS

• Funcionários da UPA do Bacanga denunciam o sucateamento da unidade, falta de medicamentos e atraso nos salários dos médicos.

• Partidos que integram a base do governador Flávio Dino preparam um boicote à pré-candidatura de Eliziane Gama ao Senado.

• Ainda repercute na imprensa nacional o atraso na entrega dos centros de hemodiálise na gestão Flávio Dino.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.