Imunização

Campanha acaba, mas vacinação contra gripe continua em postos

Antecipação ocorreu em razão do ponto facultativo decretado pela Prefeitura, por causa do jogo Brasil x Costa Rica, na Copa do Mundo, nesta sexta-feira (22), data antes definida para o fim da ação

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h30
Mulher é imunizada durante ação em posto de saúde de São Luís
Mulher é imunizada durante ação em posto de saúde de São Luís (vacina gripe)

SÃO LUÍS - As ações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foram encerradas ontem (21), em São Luís. A antecipação ocorreu por conta do ponto facultativo decretado por causa do jogo Brasil x Costa Rica, na Copa do Mundo, nesta sexta-feira (22), data antes definida para o fim da ação. Porém, segundo a assessoria da Prefeitura de São Luís, as doses da vacina continuam disponíveis nos postos de saúde da capital.

A 20ª edição da campanha de vacinação começou há cerca de dois meses em todo o território nacional. No entanto, muitas cidades ainda não atingiram a meta estabelecida. No Maranhão, até a terça-feira (19), um total de 1.507.361 pessoas havia sido imunizado, o que corresponde a 88% do público-alvo.

A meta para o estado é proteger cerca de 1.542.000 pessoas. De acordo com o ministério, 1.858.500 doses da vacina foram distribuídas em unidades de saúde em todo o Maranhão. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), para alcançar um maior número de imunizações, a Prefeitura de São Luís determinou novas estratégias durante a campanha. Na reta final, equipes da Semus visitaram domicílios, a fim de identificar pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e que, por alguma razão, não buscaram o serviço nos postos de saúde da capital.

São do grupo prioritário para receber a vacina pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses a cinco anos; trabalhadores de saúde; professores das redes pública e privada; povos indígenas; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); pessoas privadas de liberdade, inclusive adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas; além dos funcionários do sistema prisional.

Transmissão
A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

O Ministério da Saúde orienta a população em geral a adotar cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal, além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.