Cidades | Lazer

Praça na Península é entregue por construtora

Delman, há 17 anos atuando no Maranhão, entregou a área de lazer à população, com vasta programação voltada para crianças, jovens e adultos
Evandro Júnior / O Estado21/05/2018
Praça na Península é entregue por construtora Crianças se divertem na Praça “Pra Viver Feliz”, na Península (Biné Morais / O ESTADO)

Há 17 anos no mercado imobiliário maranhense, a construtora Delman inaugurou, sábado, 19, a Praça “Pra Viver Feliz”, na Península da Ponta d’Areia, com o objetivo de proporcionar lazer aos moradores da área e também de outros bairros de São Luís e que costumam frequentar aquele trecho da cidade. O espaço de 2.100 m² foi entregue com vasta programação voltada para crianças, jovens e adultos.

De manhã, foi oferecida oficina de crossfit e, à tarde, torneio de vôlei de praia, beach tênis, apresentação de número de mágica e brincadeiras, além de parque infantil, distribuição de pipoca e algodão doce, festival de hambúrguer e degustação de cerveja artesanal.

“Moro aqui há 7 anos e nunca tivemos uma praça. A única área mais atrativa para o lazer dos moradores é o Espigão Costeiro. Eu achei a ideia maravilhosa, principalmente para as crianças, que amaram e acompanharam todo o andamento da obra. Acredito que este espaço será importante para a convivência entre os moradores”, disse Raíssa Estrela, que mora no condomínio Ocean Ville.

Segundo Giovanni Bohana, sócio-diretor da Delman, a praça será gerenciada pela empresa e estará aberta ao público sempre das 6h às 22h, figurando como um espaço democrático. Um dos atrativos é a quadra de areia, para a prática de vôlei de praia e beach tênis. Os interessados devem se dirigir a um estande montado na área e agendar. “Nós teremos uma programação semanal e queremos também trazer ideias e ouvir os moradores. Aqui poderá ser realizada, por exemplo, uma missa campal, uma feira de móveis, ou qualquer outro evento que desperte o interesse da comunidade”, disse Giovanni Bohana.

A Delman atua em Maceió e São Luis e o projeto da praça está sendo iniciado na capital maranhense, mas a idéia é levá-lo também para Alagoas. “É uma praça temporária e tivemos essa idéia porque vimos este espaço ocioso e é uma forma de estimular a convivência”, finalizou o sócio-diretor da Delman.

A praça foi construída com materiais reutilizados e de obras finalizadas pela construtora, como britas, placas de metal e troncos de árvore. No espaço, há ainda um estande para interessados que desejarem morar em um empreendimento da construtora, que já entregou nove residenciais em São Luís.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte