Política | Lava Jato

José Sarney lamenta prisão do ex-presidente Lula

Decreto de prisão foi expedido ontem, 5, pelo juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba, depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar habeas corpus ao petista
Gilberto Léda06/04/2018 às 10h17
José Sarney lamenta prisão do ex-presidente Lula

O ex-presidente José Sarney (MDB) lamentou a prisão do também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O decreto de prisão foi expedido ontem, 5, pelo juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba, depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar habeas corpus ao petista.

Sarney avalia que a eleição deste ano, sem Lula, “será uma grande frustração”.

“É profundamente lamentável essa a decisão. Penso que a eleição deste ano sem a presença de Lula será uma grande frustração a uma parcela expressiva da população brasileira. Com todo respeito que tenho às decisões do Supremo Tribunal Federal, penso que deveria ter prevalecido o texto da Constituição que prevê que ninguém deve ser considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória", afirmou.

O emedebista ressaltou o “tratamento correto e cordial” que sempre recebeu de Lula.

“Lula fez um excelente governo. Tenho por ele particular admiração e sempre recebi dele tratamento correto e cordial. Minha manifestação de apoio tem ainda a carga de ser considerá-lo um amigo”, finalizou Sarney.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte