Geral | Fiscalização

Motoristas estão ignorando radares e cometem infrações

Na Avenida Marechal Castelo Branco, no São Francisco, em São Luís, táxi sem passageiros, carros de passeio e motos trafegavam no corredor exclusivo para transporte coletivo
11/11/2017
 Motoristas estão ignorando  radares e cometem infraçõesMotoristas ignoraram infrações no primeiro dia de fiscalização (Biné Morais / O ESTADO)

SÃO LUÍS - No primeiro dia que os novos equipamentos de fiscalização eletrônica implantados nas principais avenidas de São Luís começaram a multar, O Estado flagrou veículos cometendo infrações. Na Avenida Marechal Castelo Branco, no São Francisco, por exemplo, táxi sem passageiros, carros de passeio e motos trafegavam no corredor exclusivo para transporte público coletivo, além disso, um ônibus circulava fora da linha exclusiva.

Na Avenida Collares Moreira um carro estava estacionado no corredor exclusivo para o tráfego de ônibus. Mototaxista há 8 anos, Lee Ferreira, de 32, acredita que com os radares o fluxo de veículos vai melhorar um pouco, mas reclama que os ônibus não respeitam. “Acredito que o trânsito vai ficar melhor, porém, vai ter mais congestionamentos por causa das conversões nos corredores exclusivos. Acho que os ônibus vão circular fora do corredor exclusivo, porque eles não respeitam determinação”, relatou Ferreira.

Empresário do ramo de segurança eletrônica, Fernando Cavalcante, de 30 anos, disse que os dispositivos vai inibir acidentes nas vias. “Os radares vão inibir acidentes, porque os motoristas vão trafegar mais cautelosos em relação ao excesso de velocidade. Na maioria das vezes saímos apressados e queremos descontar no trânsito. Acho que os corredores exclusivos para ônibus são desnecessários. As avenidas já são estreitas e vai piorar”, explicou.

Infrações

De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte de São Luís (SMTT), condutores que cometerem infrações como excesso de velocidade, avançar o semáforo e transitar com o veículo nos corredores exclusivos para o tráfego de transporte público coletivo serão devidamente multados. Ônibus flagrados fora do corredor exclusivo também serão multados. O órgão ressalta que as faixas exclusivas para o tráfego de ônibus podem ser utilizadas por táxis com passageiros, ambulância, viaturas da Polícia Militar, bombeiros e da própria SMTT. Os carros que necessitarem fazer conversões à direita devem procurar o trecho pontilhado das faixas exclusivas e fazer a manobra normalmente. Até o fechamento desta edição, a SMTT informou que não foram registradas autuações.

No total, 32 fotossensores foram instalados na capital maranhense, mas, de imediato, apenas 10 começaram a funcionar efetivamente registrando as infrações e gerando multas aos condutores.

Avenidas com radares em funcionamento efetivo até o momento:

Av. Daniel de La Touche

Av. Colares Moreira

Av. Prof. Carlos Cunha

Av. Marechal Castelo Branco

Fonte: SMTT

Sobre excesso de velocidade:

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) esclarece que todos os locais onde foram instalados os radares, para controle de velocidade, são pontos críticos que carecem de monitoramento para segurança do condutor e evitar possíveis acidentes.

Saiba mais:

Transitar com o veículo na faixa ou via de trânsito exclusivo, regulamentada com circulação destinada aos veículos de transporte coletivo de passageiros caracteriza infração gravíssima, R$ 293,47 e 7 pontos na habilitação.

Fonte: Artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte