Falta d'água

Abastecimento na Vila Embratel é discutido em reunião com Caema

Assim como em muitos bairros de São Luís, o problema de abastecimento de água na Vila Embratel causa diversos transtornos aos moradores do bairro

OESTADOMA.COM / com informações da assessoria

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h38
O encontro foi realizado na sede da empresa e contou com a participação do diretor da Caema, Davi Telles.
O encontro foi realizado na sede da empresa e contou com a participação do diretor da Caema, Davi Telles. (Reunião Caema)

SÃO LUÍS – Com o objetivo de tratar sobre o abastecimento de água na região da Vila Embratel, a 1ª Promotoria de Justiça Itinerante de São Luís se reuniu com a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) para que medidas sejam tomadas para resolver o problema no bairro.

O encontro foi realizado na sede da empresa e contou com a participação do diretor da Caema, Davi Telles, e do diretor de operações, Carlos Rogério Araújo, além da representante do setor jurídico da companhia.

Na reunião, foram tratadas questões como a completa falta de abastecimento de água em algumas vias do bairro, como as ruas 15, 10 e 22, e sobre efetivação das redes de água e de esgoto da região, cuja responsabilidade da operação deverá ser repassada da Prefeitura de São Luís para a Caema.

Sobre as demandas relativas ao abastecimento de água, os representantes da empresa informaram que só poderão solucionar, de fato, o problema, quando for concluída a ampliação do volume de água do Sistema Italuís. O término das obras está previsto para o próximo mês de junho. O sistema abastece a maior parte da capital maranhense.

“Nós precisávamos de uma posição concreta da Caema em relação às questões. A população precisa estar ciente das respostas do Poder Público”, afirmou o promotor de justiça Vicente de Paulo Martins.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.