Cidades | Segurança em transportes

Sindicato denuncia PMs que não fazem vistorias em ônibus

Há policiais militares que, segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, entram, passam o cartão na catraca do ônibus e saem vistoriar ninguém, especialmente na Operação Busca Implacável, principal ação contra assaltos a transportes coletivos
14/09/2016

SÃO LUÍS - O Governo do Estado anunciou uma queda de 25% nos números de assaltos a ônibus na região metropolitana de São Luís, em agosto, numa comparação com o mês de julho. O principal responsável seria a “Operação Busca Implacável”, em que os policiais fazem abordagens diretamente nos ônibus e, para controle, passam um bilhete eletrônico nas catracas dos veículos, marcando aquele coletivo como visitado. Mas, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário do Maranhão, existem policiais que apenas sobem nos veículos, passam os cartões e vão embora, sem parar para vistoriar passageiros.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte