Em Timon

Delegado diz que motorista 'acelerou de uma vez' ao estacionar, antes de atropelar criança em playground

Segundo a polícia, imagens do condomínio mostram a motorista tentando estacionar o veículo quando, repentinamente, ela acelera, o carro sobe a calçada e atinge Álvaro Leal e outras pessoas.

Imirante.com, com informações da TV

- Atualizada em 24/01/2023 às 15h27
Criança morreu enquanto brincava em playground de condomínio em Timon.
Criança morreu enquanto brincava em playground de condomínio em Timon. (Reprodução)

TIMON - Sobre o acidente que matou, na noite dessa segunda-feira (23), Álvaro Leal Santana Campelo, de um ano e seis meses, o delegado da Polícia Civil em Timon, Humaitã Oliveira, afirmou que os investigadores já têm mais detalhes sobre o que aconteceu no condomínio Village Joia no município de Timon, interior do Estado.

Álvaro Leal Santana morreu enquanto brincava em um playground, após ter sido convidada por um animador de uma festa. No acidente outras três pessoas também foram atingidas por um veículo. A motorista perdeu o controle do veículo quando tentava manobrá-lo dentro do condomínio Village Joia.

Segundo o delegado Humaitã Oliveira, imagens do condomínio mostram a motorista tentando estacionar o veículo quando, repentinamente, ela acelera, o carro sobe a calçada e atinge Álvaro Leal, além da mãe, um adolescente e outras duas crianças.

"Ela estava estacionando o carro e acelerou de uma vez. Carro automático. Foi em direção ao parque e uma das crianças ficou debaixo do veículo. Já identificamos a motorista e tudo indica que seja a proprietária do veículo. Aguardamos também o resultado da perícia pra entender porque esse caso, quando estava parando, de repente acelerou... se foi um problema mecânico ou se foi algum calçado que prendeu no pedal", disse o delegado Humaitã Oliveira.

Além de equipes do SAMU, policiais do 11º Batalhão da Polícia Militar do Piauí também foram acionados para atender a ocorrência no condomínio em Timon. 

A princípio, uma das linhas de investigação apontam que a mulher teria prendido o salto do calçado no pedal do acelerador do veículo. Também é investigado se a condutora estava sob efeito de álcool no momento do crime, pois ela também estava na festa a convite de um vizinho, apesar de são ser moradora do condomínio.

Após o acidente, testemunhas afirmam que ela foi vista muito abalada no local do acidente e depois foi embora de carona. O carro envolvido no acidente já passou por uma perícia e a motorista é aguardada para prestar depoimento na delegacia.

Feridos

A mãe de Álvaro Leal Santana Campelo, de um ano e seis meses, teve uma fratura na mão.  Duas crianças  que estavam no local na hora do acidente tiveram escoriações e uma adolescente de 15 anos teve cortes na cabeça e na perna. Os feridos foram socorridos por uma ambulância do Samu e encaminhados para um hospital da região. Todos já foram liberados.

Nota de pesar

Álvaro Campelo era aluno do Maternal II, no colégio Pro Campus Baby, em Teresina. Em nota, o Grupo Educacional Pro Campus lamentou o falecimento e prestou solidariedade aos familiares.

"O Grupo Educacional Pro Campus, por meio da sua direção, professores e funcionários, manifesta seu profundo pesar e solidariedade à família do pequeno ÁLVARO LEAL SANTANA CAMPELO, aluno do Pro Campus Baby, pelo seu falecimento nesta segunda-feira (23). Neste momento de dor, a Instituição presta sua solidariedade à família enlutada, aos professores e amigos de Álvaro. Comunicamos que amanhã (24), não haverá aula na turma do Maternal II B – manhã", diz a nota.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.