Crime sexual

Técnico em enfermagem é preso em flagrante por estupro de vulnerável em São Luís

O homem foi preso após a vítima relatar ter sido abusada por ele durante o atendimento em uma clínica, na região da Cohab.

Imirante.com, com informações da PC-MA

- Atualizada em 27/10/2023 às 17h13
O homem foi levado à Central de Fragrantes da capital ficado à disposição do Poder Judiciário.
O homem foi levado à Central de Fragrantes da capital ficado à disposição do Poder Judiciário. ( Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS - No início da tarde desta sexta-feira (27), um homem, de 24 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra um adolescente de 13 anos, no bairro da Cohab, em São Luís. O caso foi registrado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Clique aqui para seguir o canal do Imirante no WhatsApp

De acordo com a delegacia especializada, o homem que é técnico em enfermagem de uma clínica hospitalar situada na região da Cohab, informou à mãe do adolescente que ela deveria fazer um cadastro com as informações do filho. 

Leia também:

Vereador de Cajapió é alvo de investigação por suspeita de estupro contra filha e sobrinha

Preso suspeito de cometer estupro de vulnerável em Barra do Corda

Enquanto isso, o homem levou o adolescente para uma sala de exame, onde durante a colocação do aparelho, colocou a mão dentro da cueca do adolescente, passando a manipular o órgão genital da vítima. Ao sair do exame, a mãe perguntou ao filho como teria ocorrido o exame, e o jovem passou a relatar o que havia acontecido.

Após saber do fato a mãe acionou o Conselho Tutelar da área da Cohab/Cohatrac, e o crime foi comunicado a Polícia Militar do Maranhão por meio do número 190. 

Uma guarnição da PM esteve na clínica, e após identificar o funcionário, conduziu o suspeito à sede da DPCA para as providencias legais. O adolescente foi ouvido por profissionais do Centro de Pericias para Crianças e ao Adolescente.

O homem foi levado à Central de Fragrantes da capital ficando à disposição do Poder Judiciário.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.