Operação Benesses

Em nota, advogados de Juscelino Filho dizem que ministro não foi alvo de operação da PF

Advogados do ministro das Comunicações emitiram nota falando da atuação parlamentar de Juscelino e garantiram que o inquérito irá esclarecer que não houve irregularidade na indicação das emendas investigadas.

Carla Lima/Ipolítica

- Atualizada em 01/09/2023 às 14h45
Advogados de Juscelino Filho ressaltam que ele não foi alvo da operação da PF
Advogados de Juscelino Filho ressaltam que ele não foi alvo da operação da PF (Reprodução)

SÃO LUÍS - Os advogados do ministro das Comunicações, Juscelino Filho, emitiram nota na manhã desta sexta-feira, 1º, sobre as investigações da Polícia Federal e a operação Benesses que resultou no afastamento da prefeita de Vitorino Freira, Luana Rezende, irmão do ministro.

Segundo a nota, a atuação de Juscelino Filho “tem sido pautada pelo interesse público e atendimento da população”. 

Os advogados dizem ainda que o ministro não foi alvo da operação e que as investigações irão esclarecer “que não houve qualquer irregularidade” no direcionamento de emendas de Juscelino.

Veja a nota:

"Toda atuação de Juscelino Filho, como parlamentar e ministro, tem sido pautada pelo interesse público e atendimento da população. É importante ressaltar que Juscelino Filho não foi alvo de buscas e que o inquérito servirá justamente para esclarecer os fatos e demonstrar que não houve qualquer irregularidade. Emendas parlamentares, vale dizer, são instrumentos legítimos e democráticos do Congresso Nacional e Juscelino Filho segue à disposição, como sempre esteve, para prestar esclarecimentos às autoridades.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.