Entrevista

Ivo Rezende destaca decisão de Lewandowski que suspende o Censo 2022

Presidente da Famem afirmou que esta era uma luta da entidade e que vai beneficiar mais de 60 municípios maranhenses.

Ipolítica

- Atualizada em 24/01/2023 às 15h30

SÃO LUÍS - O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Ivo Rezende, destacou em entrevista exclusiva ao Imirante os efeitos imediatos da decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a suspensão de uma decisão normativa do Tribunal de Contas da União (TCU) para a utilização de dados preliminares do Censo 2022 na distribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de 2023.

Com a decisão, segundo Lewandowski, seguem mantidos os coeficientes usados em 2018.

Ivo Rezende afirmou que caso isso não ocorresse, pelo menos 66 municípios do estado perderiam recursos na divisão do FPM. 

O presidente da Famem também destacou a atuação do governador Carlos Brandão (PSB) em Brasília e líderes políticos na luta para que os municípios não perdessem recursos no exercício financeiro 2023.

Assista acima a íntegra da entrevista de Ivo Rezende concedida ao jornalista Ronaldo Rocha. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.