Não curtiu

Flávio Dino quer retratação após ter sido chamado de obeso

Ministro da Justiça foi chamado de "comunista obeso" pelo advogado Luiz Antônio Beck em comentário em uma rádio do Rio Grande do Sul.

Ipolítica

- Atualizada em 18/01/2023 às 10h14
Flávio Dino é ministro da Justiça e Segurança Pública
Flávio Dino é ministro da Justiça e Segurança Pública (Divulgação)

SÃO LUÍS - O ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), afirmou na manhã de hoje em seu perfil no twitter que espera uma retratação da Rádio Guaíba, de Porto Alegre (RS), depois de ter sido chamado de “comunista obeso” durante o programa “Boa Tarde Brasil”.

O programa também foi transmitido ao vivo em vídeo.

“O Dino é uma hipocrisia total, porque ele é um… nada contra os obesos, mas ele é uma pessoa obesa. E um comunista obeso não dá. Poderiam comer três ou quatro famílias com aquilo que ele come diariamente”, afirmou o advogado Luiz Antônio Beck, comentarista do programa.

Outro membro do programa criticou a possibilidade de o irmão de Flávio Dino, procurador Nicolao Dino se tornar o Procurador-Geral da República (PGR) durante o período do Governo Lula (PT).

“É a família dinossauro: ‘querida, cheguei’”, disse. Outro comentarista, completou: “É um escárnio”. 

Atuaram no programa, os comentaristas Dempsey Magaldi, Luiz Antônio Beck, Rafael Loungon e Ary Âlcantara. O apresentador é Julio Ribeiro.

Leia também: Deputado denuncia Flávio Dino por crime de prevaricação

Retratação

Irritado com os comentários, o ministro da Justiça afirmou que espera por uma retratação. Apesar disso, ele disse que não inveja “esqualidez”. 

“Soube que em uma rádio do RS se dedicaram a comentários agressivos, preconceituosos e criminosos contra mim. Espero retratação. De todo modo, adianto que não invejo a esqualidez de pessoas que precisam de Código Penal, Código de Ética e um espelho”, publicou.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.