Estado Maior

Paulo Victor mostrou articulação e prestígio políticos em posse

Presidente da Câmara Municipal de São Luís conseguiu reunir grande número de autoridades nunca antes presentes em posse da mesa diretora da Câmara da capital.

Ipolítica

- Atualizada em 02/01/2023 às 14h51
Paulo Victor teve posse prestigiada pelo governador Carlos Brandão
Paulo Victor teve posse prestigiada pelo governador Carlos Brandão (Matheus Soares)

SÃO LUÍS - Não teve como não chamar a atenção as autoridades que prestigiaram a posse da nova mesa diretora da Câmara Municipal de São Luís. O vereador Paulo Victor (PCdoB), que assumiu a presidência da Casa, conseguiu reunir no domingo, 1, (dia de muitas solenidades) o governador Carlos Brandão (PSB) e o vice-governador Felipe Camarão (PT) para sua posse.

Não se tem registro de outro presidente de Casa Legislativa de São Luís ter a participação de um chefe do Palácio dos Leões. Mas Paulo Victor conseguiu fazer.

Segundo Carlos Brandão, ele foi prestigiar uma jovem liderança política da capital e um amigo.

O comunista conseguiu ser assim classificado devido a atuação que teve na eleição de governador em 2022. Ele organizou uma equipe de vereadores que foram às comunidades em busca de votos para Brandão, que acabou emplacando mais de 260 mil votos em São Luís. Este número é atribuído diretamente a Paulo Victor.

O fato é que - após uma vitória sem problemas na Câmara em abril do ano passado - Paulo Victor chega ao comando da Casa usando o discurso de que as relações institucionais do legislativo de São Luís agora será ampliada com as parcerias que surgiram com o Governo Estadual.

Ele demonstra claramente sua afinidade com o governador. E deve sim usar esta proximidade com Brandão para buscar a viabilidade de uma eventual candidatura a prefeito de São Luís no próximo ano.

Posse concorrida

Além de Brandão e Camarão, a solenidade de posse de Paulo Victor foi acompanhada por deputados estaduais e federais e ainda pelo chefe do Ministério Público Estadual, Eduardo Nicolau. Estavam membros do Exército e Marinha e ainda oficiais da Polícia Militar.

A posse foi concorrida e acompanhada também pelo ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (sem partido).

Paulo Victor, por sinal, fez questão de citar o ex-prefeito e relembrar que foi quando Edivaldo deixou a Câmara é que ele pode chegar a Câmara.

Ausência esperava

Quem não apareceu mesmo foi o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PSD). Ele usou somente as redes sociais e desejou sucesso.

Mas ninguém o esperava de fato. Primeiro porque o ambiente estava recheado de governistas que são do lado oposto de Braide.

Depois porque a relação do prefeito com os vereadores não deixa qualquer clima para um encontro. Complicada a situação de Braide.

Comprimento

O ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), em sua posse na pasta, cumprimentou o governador Carlos Brandão, que acompanhou in loco a cerimônia, dando destaque ao fato de ele ter sido seu vice por oito anos.

Para o ministro Ricardo Levandowski, Dino disse que Brandão - que ele falou como sendo o comandante do grupo político no Maranhão - foi um ótimo vice tanto que conseguiu se reeleger.

“Sempre foi correto, reto”, disse Dino sobre o governador do Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.