DEU ERRADO

Presidente do Peru perde o cargo e é preso após tentar golpe

Tentativa de dissolver Congresso e promover estado de exceção foi desprezada por autoridades que empossaram vice-presidente.

Ipolítica, com informações da BBC

Pedro Castillo caiu após tentativa de promover estado de exceção.
Pedro Castillo caiu após tentativa de promover estado de exceção. (Reprodução)

LIMA - O presidente do Peru, Pedro Castillo, foi preso após tentar aplicar um golpe de estado no país. Castillo fez uma transmissão pública anunciando um golpe e a dissolução do Congresso Nacional. O presidente tentava impedir a votação de um pedido de impeachment que sofreu.

A transmissão de Castilllo foi ignorada pela população e pelo Congresso Nacional que convocou uma sessão de emergência que destituiu o presidente destituído por "permanente incapacidade moral".

A Suprema Corte do Peru classificou a atitude de Castillo como golpe de Estado e determinou que a vice, Dina Boluarte, assuma a Presidência. 

"Repudio a decisão de Pedro Castillo de praticar a quebra da ordem constitucional com o fechamento do Congresso. Trata-se de um golpe de Estado, que agrava a crise política e institucional que a sociedade peruana terá que superar com apego estrito à lei", escreveu Boluarte no Twitter.

O Ministério Público do Peru anunciou que vai tomar ações legais após os decretos do presidente do Peru, que mandou fechar o Congresso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.