Estado Maior

Roberto Rocha garante que participará de convenção do PSD de Edivaldo Jr.

Senador diz que vai a cinco convenções: PDT, PSC, PSD, Agir e também do PTB; ida para o encontro do PSD levanta a possibilidade de apoio do ex-prefeito de São Luís ao senador petebista.

Ipolítica

Senador Roberto Rocha anunciou sua candidatura a reeleição com o apoio de 11 partidos no fim de maio
Senador Roberto Rocha anunciou sua candidatura a reeleição com o apoio de 11 partidos no fim de maio (Matheus Soares)

SÃO LUÍS - A partir desta sexta-feira, 29, pelo menos 20 partidos se reunirão para convenções para oficializar as posições de cada legenda nas eleições de 2022. PDT, PSB, PSD, PT, PSC e PL são algumas das siglas que estarão em convenções.

Várias lideranças são aguardadas e afirmação e reafirmação de apoio aos pré-candidatos ao governo e Senado deverão ser o tom principal de cada ato político.

E entre tantas tantas festas partidárias, um nome promete participar de várias. O senador Roberto Rocha, que concorrerá a reeleição pelo PTB, diz que vai à convenção do PDT de Weverton Rocha, PSC de Lahesio Bonfim e até do PSD de Edivaldo Holanda Júnior.

No caso do pedetista e do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, não há qualquer motivo para se estranhar a presença do senador. Tanto Weverton quanto Lahesio já declararam apoio a Roberto.

O que não ocorre com o ex-prefeito de São Luís. Edivaldo Júnior nunca se manifestou a respeito do apoio de seu partido a candidatura à reeleição de Roberto Rocha. A posição do ex-prefeito que ele próprio anunciou na época de sua filiação ao PSD é a de que sua chapa não terá candidato a senador.

Resta saber se Roberto Rocha dividirá o mesmo ambiente da convenção ao lado de Edivaldo Júnior, cuja homologação de sua candidatura ao governo ocorre no sábado, 30.

Declaração de apoio

Vale a pensa lembrar que o presidente estadual do PSD, deputado Edilázio Júnior, garante que caminhará com Roberto Rocha.

Já Edivaldo Júnior (talvez por consideração e respeito ao ex-governador Flávio Dino) não quis se manifestar a respeito do apoio de seu partido ao senador do PTB.

O ex-prefeito tem se mantido distante dos debates políticos eleitorais e feito poucos atos de pré-campanha.

Escolha

Apesar de ter o apoio de vários partidos, Rocha poderá se coligar somente a uma chapa. O mais provável é que seja a do também senador Weverton Rocha.

À coluna, o senador do PTB disse que o caminho mais provável é se unir oficialmente com a chapa que tem além do PDT, o PL e o Republicanos.

Tempo de televisão, fundo eleitoral e viabilidade de votos são alguns dos fatores que Roberto Rocha vai levar em consideração para definir a chapa majoritária que participará.

Candidato sozinho

Simplício Araújo, pré-candidato ao governo de Solidariedade, homologou na quarta-feira, 29, sua decisão de disputar o governo estadual.

Chamou atenção na convenção do Solidariedade que a chapa de Simplício ter somente ele mesmo. Apesar de ter adiantado que terá uma mulher como candidata a vice, ele não apresentou quem será a pessoa.

Outra indefinição do Solidariedade é quanto ao Senado. Na convenção, não houve “um martelo batido" sobre apoio a Flávio Dino.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.