Ação criminosa

Presos suspeitos de chegadinha bancária na Grande Ilha

Os detidos são suspeitos de roubar R$ 300 mil somente de uma das vítimas e foram encaminhados para Pedrinhas.

Imirante.com

Os detidos foram apresentados na sede da DRF, na Vila Palmeira.
Os detidos foram apresentados na sede da DRF, na Vila Palmeira. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Dois homens, que são suspeitos de integrar uma organização criminosa especializada na modalidade “chegadinha bancária”, foram presos nesta sexta-feira (3) durante incursão da equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), em São Luís.

Leia também em: 

Homem suspeito de praticar "chegadinha bancária" é preso

Policial militar de folga prende assaltantes em flagrante no Itapiracó, em São Luís

O delegado da DRF, Luciano Bastos, disse que a prisão ocorreu em cumprimento de ordem judicial. Os detidos primeiramente foram levados para a sede da DRF, na Vila Palmeira, onde prestaram esclarecimentos sobre o caso e, logo após, encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ainda segundo o delegado, essa modalidade criminosa ocorre quando as vítimas, geralmente empresários e comerciantes, vão realizar depósitos de grandes quantias em dinheiro e são abordados por bandidos nas proximidades da agência bancária.

Luciano Bastos também informou que os detidos são suspeitos de terem roubado uma quantia de R$ 300 mil de uma pessoa, no dia 29 de novembro do ano passado. A vítima foi abordada nas proximidades de um banco, na capital, e iria depositar o faturamento da sua empresa. “As investigações vão continuar para prender os outros integrantes desse bando criminoso”, frisou o delegado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.