Protesto

VÍDEO: Em manifestação, familiares e amigos pedem justiça pela morte de corretor de imóveis em São Luís

Dino Márcio, de 47 anos, foi assassinado após discussão com vigilante de um pet shop.

Imirante.com

- Atualizada em 10/05/2022 às 21h23

SÃO LUÍS - Familiares e amigos do corretor de imóveis Dino Márcio Pinho Rosa Formiga, de 47 anos, que foi assassinado no estacionamento de um pet shop no bairro Cohama, em São Luís, fizeram uma manifestação no local do crime na noite desta terça-feira (10), logo após o sepultamento do corpo no cemitério do Gavião. Os manifestantes acenderam velas, levaram flores, fizeram orações e pediram justiça.

Saiba mais:

Homem é morto após discutir com vigilante de pet shop no bairro Cohama, em São Luís

Suspeito de ter matado corretor de imóveis é auxiliar penitenciário temporário, diz a polícia

Dino Márcio foi assassinado a tiros na noite de segunda-feira (9), após uma discussão. De acordo com o delegado Felipe César, da Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP), a vítima teria ido ao pet shop trocar uma ração, quando teve início um desentendimento com o vigilante do estabelecimento comercial.

A discussão se prolongou até a parte externa da loja, quando o vigilante realizou vários disparos de arma de fogo contra Dino Márcio. O corretor de imóveis ainda foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vinhais, mas não resistiu aos ferimentos e chegou sem vida ao local. O suspeito conseguiu fugir e levou a arma.

Suspeito está foragido

O suspeito de ter matado Dino Márcio ainda não teve o nome revelado e é auxiliar penitenciário temporário, de acordo com a polícia. Até o começo da tarde desta terça-feira, ele ainda não tinha sido preso. O caso está sendo investigado pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP).

A polícia continua realizando buscas na Região Metropolitana de São Luís e no interior do Estado. Ainda segundo a polícia, a arma utilizada no crime ainda não foi localizada, e a sua procedência também vai ser investigada.

(Fotos da galeria: Tony Black)

Em manifestação, familiares e amigos pedem justiça pela morte de corretor de imóveis em São Luís

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.