Meteorologia

Inmet alerta para chuvas e risco de alagamento no Maranhão

Os ventos podem chegar a 100 quilômetros por hora, com risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores e descargas elétricas.

Imirante.com

- Atualizada em 10/05/2022 às 11h07
Ponto de alagamento registrado em São Luís. (Reprodução / Redes Sociais)
Ponto de alagamento registrado em São Luís. (Reprodução / Redes Sociais)

SÃO LUÍS - O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, nesta terça-feira (10), mais dois alertas para o Estado do Maranhão.  Os alertas amarelo e laranja representam perigo potencial de chuvas e ventos intensos nas próximas horas.

O alerta laranja foi emitido para o Norte e Oeste Maranhense. Segundo o Inmet, mesmo com o alerta, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. É esperada chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h). 

O alerta amarelo também foi emitido para Oeste, Leste, Norte e Centro Maranhense. Nestas áreas, a chuva é esperada entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 km/h). Há também baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. 

Temporal deixou ruas e avenidas da Grande Ilha alagadas nessa segunda-feira (9)

No fim da tarde de ontem uma forte chuva atingiu a Região Metropolitana de São Luís. O temporal deixou muitas vias alagadas. As dificuldades eram grandes para os motoristas que tiveram que enfrentar a água e a pouca visibilidade.

Para evitar acidentes, os motoristas reduziram a velocidade, acenderam os faróis e ficaram mais atentos na direção do veículo. Apesar do temporal, nenhum acidente grave aconteceu em São Luís.

Em vídeos enviados por internautas, é possível ver como ficou alguns lugares.

A seguir, veja algumas instruções para evitar acidentes e transtornos:

Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).

 Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada. 

Em caso de alto risco, a população deve procurar ajuda junto à Defesa Civil pelo telefone 199 e ao Corpo de Bombeiros, pelo 193.

Durante as chuvas, deve-se evitar a manutenção em telhados e cercas elétricas devido ao risco de ser atingido por descargas atmosféricas (raios). Também não se deve fazer manutenção em equipamentos elétricos ligados à tomada devido ao risco de choque elétrico;

Se estiver na rua, não fique em áreas como campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores, mastros, locais elevados ou embaixo de postes e fiação elétrica. O recomendado é procurar um abrigo.

Se algum cabo cair enquanto estiver no trânsito, não se aproxime e nem toque em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica. O ideal é isolar o local e ligar imediatamente para Central de Atendimento pelo número 116 e para o Corpo de Bombeiros da cidade.

Em casos de alagamento, procure um local, longe de postes e árvores, e espere o nível da água baixar. Mas, se notar que o carro está sendo arrastado pela água, abandone o veículo e procure um local seguro. Por segurança e após avaliação técnica em áreas alagadas, às vezes, é necessário fazer o desligamento da energia, com o propósito de evitar acidentes envolvendo rede elétrica. Logo que o nível da água baixar, a energia voltará a ser religada com segurança para todos.

Dicas para os motoristas em período de chuva:

  • Ao perceber acúmulo de água na pista, diminua a velocidade.
  • Acenda as lanternas e os faróis baixos, para facilitar que seu carro seja visto por outros condutores.
  • Evite frear de maneira brusca, para não travar as rodas e derrapar por falta de aderência.
  • Não fume, isso evita o embaçamento do vidro.
  • Não use as poças d’água para “lavar” seu veículo. Muitos acidentes começam assim.
  • Se tiver de passar por um trecho alagado, verifique a altura da água. Até a metade da roda, você tem condições de dirigir, acima disso, o veículo fica exposto a panes mecânicas. Tenha calma e aguarde o nível da água baixar.
     

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.