Acordo

Braide comenta suspensão da greve dos professores: "Importante decisão"

Movimento foi paralisado após acordo mediado pelo Ministério Público do Maranhão.

Gilberto Léda/ipolítica

- Atualizada em 07/05/2022 às 07h04
Braide manifestou-se após a paralisação do movimento
Braide manifestou-se após a paralisação do movimento (Eduardo Braide)

SÃO LUÍS - O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (sem partido), comentou, na noite desta sexta-feira (6), a decisão dos professores da rede municipal de educação da capital de suspender a greve da categoria.

Após acordo mediado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), o Sindicato dos Profissionais do Magistério da Rede Pública Municipal de São Luís (Sindedicação) conduziu assembleia geral que deliberou pela paralisação temporária do movimento.

"Importante decisão dos professores de retornarem às salas de aula na segunda-feira (9). Garantimos, para este ano, o reajuste de 10,06% à categoria. E o trabalho para a reconstrução da nossa educação segue firme”, disse.

Pelo que ficou acordado, a Prefeitura Municipal implantará imediatamente 10,06% de reajuste aos profissionais da educação, retroativo a janeiro – a ser pago em duas parcelas. Enquanto isso, eles aguardam estudos sobre a possibilidade de pagamento da diferença até os 17,62% pedidos. Uma mesa de negociação com representantes dos professores será mantida.

Além disso, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) deve sustar as faltas e cortes de ponto dos grevistas e cancelar o edital de convocação de professores temporários - que seriam convocados para substituir os grevistas. Possíveis faltas injustificadas também não serão lançadas no histórico funcional dos trabalhadores.

O Sindeducação comprometeu-se a apresentar à gestão municipal um cronograma de reposição das aulas perdidas, e também não será multado.

Os professores devem retornar à salas de aula na segunda-feira, 9.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.