Entrevista

Felipe Camarão: nacionalização do debate no MA é estratégia de Brandão

Pré-candidato a vice-governador na chapa governista que plano é "evidente"

Gilberto Léda/ipolítica

- Atualizada em 05/05/2022 às 12h53
Camarão falou ao Panorama,
Camarão falou ao Panorama, (Rodrigo Bomfim/Mirante AM)

SÃO LUÍS - O pré-candidato a vice-governador do Maranhão na chapa do governador Carlos Brandão (PSB), Felipe Camarão (PT), ex-secretário de Estado da Educação, confirmou ontem (4), durante entrevista ao Panorama, da Rádio Mirante AM, que a estratégia da base governista é tentar nacionalizar o debate eleitoral no estado.

Segundo ele, essa diferenciação deve ser acentuada durante o período eleitoral propriamente.

“Evidente [que essa é a estratégia] Aqui no Maranhão a gente vai fazer isso de forma muito clara: os partidos que apoiam a eleição do presidente Lula e aqueles que não apoiam”, disse.

E reforçou: "Pela primeira vez, no Maranhão vai se repetir a polarização nacional. O que a gente pode observar é que essa polarização vai ser acentuada, vai aumentar".


A ideia, no entanto, já é de conhecimento dos adversários. Na segunda-feira (2) em evento de anúncio de uma frente ampla de oposição em apoio à pré-candidatura do senador Roberto Rocha (PTB) à reeleição, lideranças desse campo já tratavam do assunto.

Para eles, o objetivo dos governistas é evitar um debate mais aprofundado sobre a gestão do ex-governador Flávio Dino (PSB).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.