Em São Luís

Estrangeiros presos com cédulas falsas em São Luís vieram de Camarões

Notas falsas poderiam enganar um cidadão comum, diz Polícia Federal.

Imirante.com

- Atualizada em 15/04/2022 às 19h52
Os dois estrangeiros foram presos em um hotel da capital maranhense.
Os dois estrangeiros foram presos em um hotel da capital maranhense. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - A Polícia Federal prendeu dois estrangeiros na última quarta-feira (13), que estavam em São Luís com R$ 448 mil em notas falsas. De acordo com a PF, os homens presos vieram do país Camarões e estavam hospedados em um hotel da capital maranhense.

O delegado Natan Vasconcelos, responsável pelas investigações, contou mais detalhes sobre o caso. “A gente teve um informe de inteligência de que dois estrangeiros, oriundos de Camarões, que estavam primeiro em São Paulo, estavam aqui em São Luís, possivelmente cooptando pessoas para compor uma quadrilha para difundir cédulas falsas aqui na cidade de São Luís. A gente recebeu um informe de que eles estariam hospedados em um hotel aqui da capital”, disse o delegado.

Natan Vasconcelos também comentou sobre o momento em que foram encontradas as cédulas falsas. “Lá nesse hotel nós já tínhamos acesso ao quarto que eles estavam e nós fizemos a abordagem. Eles foram encontrados com essa mala, contendo quase meio milhão de reais em cédulas falsas de R$ 100”, explicou Vasconcelos.

A Polícia Federal alertou para a qualidade da falsificação das cédulas encontradas com os dois estrangeiros. “São cédulas muito parecidas, a gente usa o termo de que são células capazes de confundir o cidadão, o cidadão comum, o cidadão médio. Talvez um especialista, um bancário, alguém que lide com dinheiro diuturnamente não, mas é uma cédula que, no contexto de estar entre outras cédulas, ela pode sim facilmente passar”, disse Natan Vasconcelos.

Os dois homens presos devem responder ao processo criminal conforme as leis brasileiras. Caso sejam condenados, os acusados serão expulsos do Brasil após cumprirem a pena.

 


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.