Previsão do tempo

São Luís amanhece com chuva, e a previsão aponta que pode chover na virada do ano

Para esta sexta (31), véspera de Ano Novo, a previsão é de sol com muitas nuvens durante o dia e períodos nublado, com chuva a qualquer hora.

Imirante.com

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h45
Chuva forte no bairro do Turu, em São Luís. / Foto: Grupo Mirante.
Chuva forte no bairro do Turu, em São Luís. / Foto: Grupo Mirante.

SÃO LUÍS – São Luís amanheceu com forte chuva, nesta quinta-feira (30), em vários bairros. Nos demais municípios da Ilha (São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar), chove em alguns trechos e em outras partes o tempo está nublado.

Céu nublado em São José de Ribamar./ Foto: Grupo Mirante.
Céu nublado em São José de Ribamar./ Foto: Grupo Mirante.

Em alguns bairros da capital, onde teve chuva forte, houve alagamento de ruas e avenidas.

Veja imagens feitas por internautas na região do Parque Vitória

Segundo o Clima Tempo, a previsão para esta quinta em São Luís é de sol com algumas nuvens e chuva rápida durante o dia e a noite. Há possibilidade de volume de chuva de 22mm. A temperatura mínima prevista é de 26º e máxima de 31º.

Chuva forte no bairro do Turu, em São Luís. / Foto: Grupo Mirante.
Chuva forte no bairro do Turu, em São Luís. / Foto: Grupo Mirante.

E para esta sexta (31), véspera de Ano Novo, a previsão é de sol com muitas nuvens durante o dia e períodos nublado, com chuva a qualquer hora. Para quem vai curtir a virada do ano em local aberto, deve se preparar porque poderá chover durante a noite. A temperatura mínima prevista para sexta é de 25º e máxima de 30º.

Já no sábado (1º), no primeiro dia do ano de 2022, a previsão também é de sol com muitas nuvens durante o dia e chuva a qualquer hora. A temperatura mínima prevista para sábado é de 25º e máxima de 30º.

E 2022 deve começar com fortes chuvas, é o que aponta o boletim climático elaborado por diversos Centros Estaduais de Meteorologia do Nordeste, incluindo o Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (LABMET/UEMA). Segundo o boletim, a previsão é de fortes chuvas para a região Norte do Maranhão durante o primeiro semestre de 2022.

De acordo com o boletim, o Centro-Norte do Brasil, incluindo quase toda a metade oeste da região Nordeste (Maranhão, Piauí e grande parte da Bahia), deve ter chuvas acima da média histórica, com valores excedendo 900 milímetros nos meses de janeiro, fevereiro e março. As cidades maranhenses com maior previsão de chuva para o período são Bacabal, Turiaçu e São Luís.

O boletim foi elaborado pelos seguintes Centros Estaduais de Meteorologia do Nordeste: LABMET/UEMA, SEMAR/PI, FUNCEME/CE, EMPARN, APAC/PE, SEMARH/AL, SEDURBS/SE e INEMA/BA.

Cuidados

Com o início do período chuvoso, o risco com a energia elétrica pode aumentar. Pois, ventos fortes e fortes chuvas fazem acender o sinal amarelo no que diz respeito à segurança com energia elétrica dentro e fora de casa. É importante redobrar a atenção e o cuidado para prevenção dos riscos de acidentes.

Segundo a Equatorial Maranhão, no período das chuvas os cuidados devem ser:

- Não utilize equipamentos elétricos que estiverem molhados ou em locais inundados, pois estes fatores aumentam o risco de choque.

- Quando a chuva vier com raios e trovões, retire imediatamente das tomadas equipamentos como televisão, som, ventilador, computador, carregadores de celulares e outros, pois as descargas atmosféricas (trovões) podem provocar danos elétricos nos equipamentos.

- No período das chuvas é comum o aumento das descargas atmosféricas (raios), por isso, procure abrigar-se em construções e veículos.

- Evite ficar embaixo de árvores, em piscinas e lugares abertos, pois o risco de ser atingido por um raio é grande.

- É aconselhável não sair de casa durante a chuva.

- A Equatorial Maranhão orienta ainda que se alguém for vítima de choque elétrico, não se deve tentar tocar na pessoa que está recebendo a descarga.

- A melhor forma de ajudar é desligar o disjuntor ou chave geral e ligar imediatamente para emergência no 193 ou 192.

Riscos na estrada

No decorrer do período chuvoso é registrado vários problemas na cidade, inclusive, no trânsito. Entre os embaraços para as pessoas que dirigem durante as chuvas estão a baixa visibilidade e a instabilidade do veículo, causada principalmente pela aquaplanagem e a presença de óleo na via.

Segundo o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), para evitar acidentes por causa da baixa visibilidade durante o período chuvoso, a medida mais segura é estacionar o veículo em local seguro e sinalizado e aguarda a chuva passar ou amenizar.

Durante a condução é importante que o motorista reduza a velocidade e acender os faróis baixos para facilitar a visibilidade dos outros veículos e como prevenção é necessário chegar regularmente o bom funcionamento dos freios, faróis, lanternas traseiras, setas, desembaçador e limpadores de para-brisa.

Aquaplanagem

A aquaplanagem que é o fenômeno que ocorre em veículos quando ao passar sobre uma na camada de água ou lama os pneus perdem o contato com o asfalto. Para evitar esse tipo de ocorrência é ideal que o condutor verifique a calibragem dos pneus mensalmente.

A calibragem dos pneus abaixo de 30% do recomendado aumenta muito o risco de aquaplanagem. O condutor deve verificar os pneus e a profundidade da banda de rodagem mensalmente e reduzir a velocidade ao se aproximar de grandes poças ou de água parada.

Dirigir com uma velocidade acima da permitida na via, principalmente, durante ocorrência de chuva é um perigo.

Cuidados para evitar aquaplanagem

- Verificar a calibragem dos pneus mensalmente

- Verificar o desgaste dos pneus

- Verificar a profundidade da banda de rodagem mensalmente

- Reduzir a velocidade

- Evitar transitar em poças de água ou lama

Cuidado redobrado

Os motociclistas devem ter cuidado redobrado ao dirigir na chuva e a primeira orientação é esperar a chuva passar antes de começar a dirigir. Também é recomendado reduzir a velocidade e rodar com os faróis acessos, na luz baixa, mesmo durante o dia.

O motociclista deve evitar passar por cima de poças, pois não dá para saber se há alguma depressão na pista e qual a sua profundidade. Como ainda eles devem manter a distância segura de veículos grandes cujos os condutores possuem menor visibilidade como caminhões, ônibus, carretas e vans.

Os condutores devem ter cuidados ao transitar por pistas escorregadias. As primeiras chuvas se misturam com o óleo seco acumulado no asfalto e deixam a via mais escorregadia. Então, o ideal é reduzir a velocidade e tenha atenção redobrada nas curvas.

Pedestre

É comum os pedestres correrem na chuva no momento de atravessar a via sem os devidos cuidados. Para evitar acidentes, o condutor deve dirigir com extrema atenção e a velocidade deve ser moderada, sobretudo, em locais nos quais há sinais da possibilidade de travessia de pedestres, especialmente, em cruzamentos onde não existe semáforo.

É de suma importância que o motorista observe as condições do veículo. Uma delas é a revisão dos pneus, freios, limpadores de para-brisa e faróis. Como ainda toda a parte elétrica deve ser constantemente verificada, pois, os fusíveis e lâmpadas queimam com facilidade quando têm contatos com água.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.