Estado Maior

Última semana de 2021 terá votação de orçamento de SL e pesquisa Escutec

, Orçamento da capital deverá ser votado na quarta-feira, 29, e a pesquisa Escutec será divulgada na quinta-feira, dia 30.

Imirante

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h46
Instituto Escutec inicia nesta segunda-feira, 27, entrevista com eleitores sobre as disputas para o governo, Senado e Presidência da República
Instituto Escutec inicia nesta segunda-feira, 27, entrevista com eleitores sobre as disputas para o governo, Senado e Presidência da República (Foto: Reprodução)

A última semana de 2021 deverá ser marcada pela votação da proposta de lei orçamentária de São Luís para 2022 e também pela nova pesquisa do Instituto Escutec com cenários para as disputas pelo governo, Senado e Presidência da República.

Na questão do orçamento da capital, os vereadores deixaram para a próxima quarta-feira, 29, a apreciação do projeto de lei encaminhado para a Câmara Municipal. A previsão anterior era de votar um dia antes, mas as negociações entre os parlamentares e a Prefeitura de São Luís tiveram pouco avanço.

Os vereadores reclamam que em audiência pública para apresentar detalhes da proposta de LOA, auxiliares do prefeito Eduardo Braide (Podemos) apresentaram relatório da execução fiscal de 2021 com o pagamento das emendas impositivas. No entanto, isto não aconteceu e os vereadores cobram a liberação dos recursos que, por sinal, é impositivo.

Mesmo com a pressão dos vereadores, Braide se mantém distante e não abriu um canal de diálogo mais aprofundado com os parlamentares. O gestor corre o risco de terminar 2021 sem o orçamento de São Luís aprovado.

Já a pesquisa Escutec, como sempre, vai balançar o penúltimo dia do ano. Nesta segunda-feira, 27, o levantamento com os eleitores já começa a ser feito e vai até o dia 29. E no dia 30 ocorrerá os números da pesquisa.

A classe política aguarda pelos dados com a opinião dos eleitores. Estes dados darão ideia aos postulantes ao Palácio dos Leões, principalmente, dos efeitos de suas pré-campanhas.

A pesquisa Escutec será publicada pelo Imirante.

Pesquisas

Em 2021, o Instituto Escutec realizou quatro pesquisas e hoje começa a fazer o quinto levantamento.

Nos quatro primeiros, a liderança foi da ex-governadora Roseana Sarney (MDB). Somente nos cenários sem a emedebista que o senador Weverton Rocha (PDT) passa a liderar a corrida pelo Palácio dos Leões.

No Senado, a liderança é do governador Flávio Dino que perdeu mais de 10 pontos percentuais desde a primeira pesquisa Escutec divulgada.

Colocações

Pelos números das pesquisas anteriores, quem cresceu de fato na disputa pelo governo do Maranhão foi o senador Roberto Rocha (sem partido).

Ele conseguiu aparecer no último levantamento, por exemplo, em quarto lugar ficando a frente do vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

E sem a ex-governadora Roseana Sarney, o segundo lugar ficou com o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PSD).

Pressão

Sobre o impasse na Câmara dos Vereadores sobre o orçamento do próximo ano, os parlamentares têm afirmado que o prefeito Eduardo Braide precisa executar o que está previsto na LOA de 2021.

Ou seja, liberar 2,1% do orçamento para as emendas impositivas.

O gestor tem resistido às pressões, mas vem sendo alertado da importância de executar as emendas parlamentares para não incorrer em problemas de improbidade administrativa.

Pesar

A classe política se manifestou sobre a morte do ex-secretário de Trânsito e Transportes de São Luís, Canindé Barros.

Emitiram nota oficial a Prefeitura da capital, a Câmara Municipal e também a Assembleia Legislativa.

O ex-prefeito Edvaldo Júnior colocou nota de pesar em suas redes sociais lamentando o falecimento de Barros.

Gestão

Canindé, que estava com 70 anos, comandou da pasta de trânsito e transportes da capital em três gestões diferentes: com Tadeu Palácio, João Castelo e Edivaldo Júnior.

Uma das principais ações comandas por Barros foi a licitação do transporte público de São Luís. Licitação esta, por sinal, que será investigada na CPI do Transporte Público.

Canindé Barros chegou a ser convidado para participar, mas estava internado com complicações de uma infecção na perna e não compareceu à Câmara dos Vereadores.

Pouco republicana

O senador Roberto Rocha mantém a postura de criticar de forma pouco republicana o governador Flávio Dino.

Em uma de suas últimas postagens nas redes sociais, o senador usa características físicas do governador para criticar a gestão estadual.

Rocha comparou Flávio Dino a uma ave que tem uma grande papada. A postagem se refere ao nível de pobreza dos maranhenses.

E mais:

- Esta não é a primeira postagem ofensiva que Roberto Rocha faz a Flávio Dino e seus aliados.

- O senador já fez referência ao secretário de Cidades Márcio Jerry (PCdoB) como se o comunista tivesse uma relação com Flávio Dino.

- Não houve respostas para o que disse Roberto Rocha. Nem nesta postagem e nem nas anteriores.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.