Estado Maior

Quando uma imagem vale mais que muitas palavras

Presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), diante de tantas investidas do Palácio dos Leões, publicou foto ao lado do senador Weverton Rocha para dizer "não" aos palacianos

Imirante

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h53
Trazer o apoio de Othelino Neto para Carlos Brandão seria simbólico para mostrar enfraquecimento de Weverton Rocha
Trazer o apoio de Othelino Neto para Carlos Brandão seria simbólico para mostrar enfraquecimento de Weverton Rocha (Foto: Divulgação/Assembleia Legislativa do Maranhão)

O presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), é um dos ainda aliados do governador Flávio Dino (PSB) que mais vem sofrendo pressão para se juntar ao projeto de candidatura ao governo de Carlos Brandão (PSDB), o escolhido de Dino para disputar a corrida pelo Palácio dos Leões.

Entre uma conversa e outra com os palacianos (incluindo o próprio Flávio Dino e também Carlos Brandão), foi ofertado a Othelino a vaga de vice na chapa do tucano. Sem o efeito esperado, foi lhe dada a garantia de eleição de um indicado do presidente da Assembleia Legislativa para deputado estadual.

Sem um “sim” para estas ofertas, a presidência da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) também foi oferecida a Othelino.

Para aumentar a pressão, o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry (que comanda a poderosa Secretaria de Cidades) andou dando declarações que faziam parecer que o presidente da Assembleia caminharia de acordo com a decisão do partido. Ou seja, abraçaria o projeto de Carlos Brandão assim como definiu o PCdoB.

Diante de tantas pressões, ofertas e assédios, Othelino Neto preferiu o silêncio até que postou uma foto nas redes sociais ao lado do senador Weverton Rocha (PDT) falando sobre um projeto que vai mudar o Maranhão.

Uma imagem que representa exatamente “não” a cada investida do Palácio dos Leões. Othelino deixou claro que vai se manter no projeto de ter Weverton Rocha como candidato ao governo em 2022 independente da posição assumida pelo PCdoB, partido que o presidente da Assembleia ainda estar filiado.

Articulado

As investidas para buscar apoio de Othelino Neto ao projeto de Carlos Brandão ocorrem porque os palacianos acreditam que o presidente da Assembleia Legislativa tem muitos aliados que viriam junto se Othelino mudasse de lado.

Desde que conseguiu a reeleição à presidência da Assembleia com muita antecedência, Othelino é visto como um excelente articulador na Casa.

O que os palacianos esquecem é que esta reeleição antecipada de Othelino teve articulações e muitas conversas do senador Weverton Rocha.

Simbólico

Além dos aliados que Othelino Neto pode trazer se pulasse para o lado de Brandão, se o Palácio dos Leões conseguisse convencê-lo de apoiar o vice-governador seria simbólico para confirmar a narrativa que vem sendo difundida pelos aliados de Carlos Brandão.

Os palacianos insistem em dizer que Weverton Rocha vem perdendo força e que sua pré-candidatura não tem mais o mesmo fôlego de antes.

Mas de fato, o pedetista ainda não teve – pelo menos para o público – qualquer baixa em seu grupo.

Cautela

E se tratando de articulação, a direção nacional do PT voltou a falar com membros do partido no Maranhão para orientações sobre gestos para Flávio Dino e também para Weverton Rocha.

Houve um pedido de cautela dos dirigentes nacionais porque as conversas com o PDT aumentaram com a possibilidade de retirada definitiva da pré-candidatura de Ciro Gomes.

Ao mesmo tempo, o PT nacional sabe que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já garantiu o apoio do partido à candidatura ao Senado de Dino.

Nova chamada

Na próxima semana haverá nova chamada para a CPI do Transporte Público na Câmara Municipal de São Luís.

A ideia é definir agenda de trabalho. Por enquanto, os membros da comissão se reuniram somente uma vez para a instalação da CPI.

O segundo encontro não aconteceu porque a maioria dos membros não compareceu e nem justificaram ausência.

Orçamento de SL

Esta nova reunião da CPI deve acontecer na terça-feira ou na quarta. Isto porque na segunda-feira, 13, os vereadores se voltarão para a audiência sobre o projeto de Lei Orçamentária que já tramita na Câmara.

Os parlamentares vão debater os direcionamentos propostos pela Prefeitura de São Luís para gastos de R$ 3,6 bilhões previstos para 2022.

As emendas também deverão ser apresentadas pelos vereadores para que, no máximo, até dia 20 a proposta orçamentária seja apreciada em plenário.

Audiência

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) vai realizar uma audiência pública na Assembleia Legislativa para tratar sobre as reivindicações salariais dos servidores públicos do governo estadual.

A ideia é discutir os percentuais que deveriam ser concedido pela gestão de Flávio Dino após sete anos sem reajustes salariais para as mais diversas categorias de servidores.

Wellington vem insistindo na pauta desde o anúncio de mais de 14 governos estaduais de aumento salarial para servidores a partir de 2022.

E mais:

- A audiência será no próximo dia 13, no plenarinho da Assembleia Legislativa às 15h. Houve convite a representantes do governo estadual.

- Os deputados estaduais terão até a próxima segunda-feira, 13, para apresentar suas emendas à proposta de orçamento do Maranhão para o próximo ano.

- O que os deputados aprovarem ainda este ano, será administrado pelo vice-governador Carlos Brandão já que ele assume o governo no último dia de março.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.