Transporte Público

CPI à vista

Requerimentos de dois vereadores foram aprovados ontem na Câmara Municipal de São Luís; para CPI ser instalada depende da Procuradoria da Casa

Carla Lima/Editora de Política

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h13
Câmara pode instalar na próxima semana CPI dos Transporte Público
Câmara pode instalar na próxima semana CPI dos Transporte Público (Foto: Reprodução)

A Câmara Municipal de São Luís decidiu iniciar um processo de apuração de possíveis irregularidades cometidas por empresários do setor do Transporte Público e pela Prefeitura de São Luís em relação ao contrato feito após aprovação pela Casa da licitação do serviço de concessão pública.

A manifestação dos vereadores da capital veio na primeira sessão após o fim da greve dos rodoviários que durou 12 dias. Antes disto, os parlamentares - praticamente - não se pronunciaram a respeito.

Duas propostas de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foram apresentadas na Casa. A primeira foi do vereador Chico Carvalho (PSL) e a segunda, de Marquinhos Silva (DEM). Os dois parlamentares conseguiram as assinaturas necessárias.

Agora, será decisão da Mesa Diretora da Casa e da Procuradoria-Geral da Câmara os próximos passos da futura comissão.

O fato é que os vereadores prometem abrir a chamada “caixa preta” do transporte público. A ideia é saber se o subsídio é necessário e, se for, de quanto deveria ser o valor.

As gratuidades, a meia passagem e o sistema eletrônico de identificação serão apurados pelos vereadores de São Luís.

A CPI tem 60 dias para fazer a investigação. Os resultados, como de praxe, são enviados para os órgãos competentes para investigação oficial.

Disputa

A apresentação das propostas de abertura de CPI acabou gerando desconforto na sessão ordinária da Câmara na quarta-feira, 3.

O vereador Chico Carvalho reivindicou o direito de ser sua proposta a gerar a CPI do Transporte Público da capital.

Carvalho apresentou o requerimento na segunda-feira, 1º, com 11 assinaturas, quantidade necessária para se protocolar o pedido de abertura da comissão de investigação.

Pai da CPI

No entanto, o vereador Marquinhos Silva (DEM) - que já “avançou” em Chico Carvalho em outro debate na Câmara - diz que a sua proposta, mesmo sendo apresentada depois, teve maior número de adesões.

Houve debate e o vice-presidente da Câmara, que conduzia a sessão, decidiu enviar as propostas para a Procuradoria-Geral da Casa.

É de lá que será dito quem deverá ser o “pai da CPI do Transporte Público”. Mas vale lembrar que o mais importante é a investigação para descobrir irregularidades, caso existam.

Vai ter reunião

Em Imperatriz, o governador Flávio Dino (PSB), voltou a falar em reunião com os presidentes dos partidos aliados para definições sobre as disputas eleitorais de 2022.

Dino confirmou que até o fim deste mês vai reunir todos. Na verdade, deverá reunir os que não se distanciaram, como o deputado Josimar de Maranhãozinho (PL), que foi para a oposição.

Segundo disse o governador na Região Tocantina, a ideia é analisar o cumprimento dos três critérios estabelecidos no primeiro encontro, ainda no primeiro semestre deste ano.

Critérios

Os critérios são: lealdade e cumprimento dos programas do governo; posição nas pesquisas eleitorais e também articulação política.

Dos governistas concorrendo estão o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), o secretário Simplício Araújo (SD), o senador Weverton Rocha (PDT) e o secretário de Educação, Felipe Camarão, pré-candidato de parte do PT do Maranhão.

Camarão, diferente dos outros três, não assinou a carta compromisso editada por Flávio Dino.

Estratégia

Sobre decisão de apoio de Flávio Dino a candidato ao governo do Maranhão, o vice-presidente estadual do PT, Francimar Melo, se manifestou e pediu parcimônia do governador.

A ideia do petista é que Dino aguarde até abril do próximo ano para anunciar qualquer decisão sobre a sucessão ao Palácio dos Leões.

Melo se manifesta desta forma porque entre os petistas pró-Camarão é necessário mais tempo para que o secretário apareça com dois dígitos nas pesquisas de intenção de votos.

De olho

12 vereadores decidiram pela abertura de uma CPI para investigar o Sistema de Transporte Público de São Luís

Oficializado

Depois de ser questionado sobre a veracidade do anúncio de envio de emenda de R$ 1 milhão para a Prefeitura de São Luís, o deputado Duarte Júnior (PSB), usou as redes sociais para mostrar documento comprovando que oficializou.

Segundo ele, a ideia é garantir recursos que possam ajudar no subsídio dado agora pela Prefeitura para os empresários do setor de transporte público.

Além disto, Duarte diz que é necessário diálogo para que novas paralisações não ocorram e que seja evitado o reajuste de tarifa dos ônibus.

E mais

- O prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Bonfim, definiu pelo PTB como sua nova agremiação partidária.

- Ainda não foi divulgada data para a solenidade oficial de sua assinatura na ficha de filiação.

- A decisão pelo PTB tem um objetivo para Lahesio: nesta sigla, ele terá a possibilidade de se considerar candidato (ou um dos candidatos) de Bolsonaro no Maranhão. Lembrando que o PTB é partido aliado do presidente da República de primeira linha.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.