Covid-19

Maranhão inicia última etapa da vacinação de profissionais de segurança

Em São Luís, desde este sábado, estão sendo vacinados os profissionais com 18 anos; já no interior, profissionais a partir de 30 anos, já podem tomar a primeira dose da vacina.

Divulgação / Secap

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h03
Com isso, o Maranhão passa a ser o primeiro estado brasileiro a vacinar todas as forças de segurança.
Com isso, o Maranhão passa a ser o primeiro estado brasileiro a vacinar todas as forças de segurança. (Foto: Rafaela Gonçalves / Governo do Maranhão)

SÃO LUÍS - O Maranhão iniciou, neste sábado (17), mais uma etapa da vacinação contra a Covid-19 em profissionais da segurança. No drive-thru, instalado no estacionamento do Shopping São Luís, foi iniciada a imunização de profissionais com 18 anos – a última faixa etária do cronograma de vacinação das forças de segurança – e no interior do Estado homens e mulheres que trabalham nos órgãos de segurança pública, a partir de 30 anos, já podem tomar a primeira dose da vacina.

Leia também:

Maranhão registra 41 mortes e 1.092 casos confirmados de Covid-19 nas últimas 24 horas

Dino anuncia criação de rede de atendimento pós-covid e manutenção de medidas restritivas no Maranhão​

Idosos de 62 anos já cadastrados vacinam neste domingo (18) e na segunda-feira (19)​

Com isso, o Maranhão passa a ser o primeiro estado brasileiro a vacinar todas as forças de segurança, não só as estaduais, mas as federais também. A estimativa é que o Estado encerre a semana com todos os profissionais da ativa das Forças de Segurança vacinados.

O secretário de Estado da Segurança (SSP), Jefferson Portela, acompanhou essa nova fase de vacinação dos profissionais de segurança que atuam no Maranhão e destacou a importância do momento.

“O governador Flávio Dino tomou a decisão da vacinação de todos os servidores do Sistema Estadual de Segurança, inclusive com apoio à vacinação dos membros de segurança dos órgãos federais. Portanto, uma decisão acertada porque imuniza homens e mulheres que estão trabalhando na defesa social, na defesa civil e no policiamento”, frisa Portela.

100% do profissionais vacinados

O secretário de Segurança lembra que durante todo o período pandêmico, bombeiros, peritos, médicos legistas, delegados, policiais civis, policiais militares estiveram atuando integralmente desde o início do surto pandêmico, a exemplo dos bombeiros militares, que desde o ano passado vêm entregando cestas básicas em todas as regiões do Estado, para minimizar os impactos socioeconômicos da crise epidemiológica entre a população mais vulnerável.

“Para o Sistema de Segurança não houve trégua, não há serviço home office, é serviço direto, pessoal. Nada mais justo do que todos esses homens e mulheres sejam imunizados para poder servir com tranquilidade, com segurança e com tudo aquilo que é necessário para proteger o cidadão”, pontua Jefferson Portela.

“Nós começamos hoje pelo início da faixa etária de 18 anos na capital e de 30 anos no interior do Estado. Isso mostra para a gente que talvez no final de semana a gente já comemore 100% de vacinação do contingente dos órgãos de segurança do Maranhão”, completa o secretário.

A vacina é a melhor prevenção

O agente penitenciário Raimundo Araújo foi um dos primeiros a ser vacinado nessa nova etapa. Ele comemorou o momento, que garante maior segurança sanitária aos profissionais de Segurança.

“Eu achei que não demorou muito. A vacinação é importante principalmente para a gente que trabalha com segurança. Agora é aguardar a segunda dose”, diz Raimundo Araújo.

Édson Fernando, inspetor de Polícia Penal, avalia que para o tipo de serviço que exerce, a imunização é o caminho para se proteger do novo coronavírus.

“Nós lidamos com muita gente. Quanto mais a gente se prevenir, melhor, e a vacina é um meio pra isso”, afirma Édson Fernando.

O que é preciso para vacinar

Na primeira etapa do atendimento é feita a pré-triagem, com a apresentação dos documentos. Depois, é realizada a triagem, onde os beneficiados são submetidos a observação de sinais de síndrome gripal ou sintomas da Covid-19. Depois de passarem pela triagem os profissionais são direcionados para a vacinação.

A vacinação segue no drive-thru do São Luís Shopping das 8h às 12h e das 12h às 16h. Para se vacinar é necessário apresentar o RG, cartão do SUS, último contracheque e comprovante de residência.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.